terça-feira, 15 de outubro de 2019

Siamese - Overdose EP (2019)...




O EP Overdose contém 5 faixas, sendo 3 colaborações com artistas  do cenário musical brasileiro contemporâneo.  Aprimorando sua linguagem do Hip Hop Queer, utilizado em seu primeiro EP Som do Grave, Siamese agora explana seus vocais nos estilos R&B, Soul, POP e Rap em composições introspectivas sobre amores, emoções, vivências e sentimentos sem perder sua característica crítica de expressar-se... VIA
Tags:  , , ,          

Def - Sobre os Prédios que Derrubei Tentando Salvar o Dia (Parte 2) (2019)...




Olha aí música nacional de qualidade para você ouvir ainda hoje! A banda carioca Def lançou neste finalzinho de setembro o disco Sobre os Prédios que Derrubei Tentando Salvar o Dia Pt. 2.O disco é continuação de uma narrativa iniciada em 2016 com o EP Sobre os Prédios que Derrubei Tentando Salvar o Dia Pt. 1, e mostra todo o desenvolvimento musical do grupo — a vibe dessa vez, porém, é muito mais positiva... VIA
Tags:  , , , , ,          

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Thamires Tannous - Canto-correnteza (2019)...




CANTO-CORRENTEZA é o segundo álbum autoral da cantora Thamires Tannous. O trabalho conta com uma rica mistura das influências de Thamires, que assim como um rio, parte de sua nascente até desembocar em outros rios e mares. Este é o significado que permeia as canções, mostrando as diversas faces da cantora, como suas raízes sul-mato-grossenses, árabes e musicalidades de várias partes do Brasil e do mundo, que foram sendo incorporadas durante 15 anos morando em São Paulo, e também durante viagens e pesquisas realizadas ao longo de sua carreira...
Tags:  , , ,          

Gil Móia - Baile da Chuva (2019)...




Natural de Barcarena, no Pará, e radicado no bairro de Santa Cruz, extrema Zona Oeste do Rio de Janeiro, o cantor e compositor Gil Móia faz uma música que busca uma ponte entre a natureza da Amazônia e as paisagens do subúrbio. Após revelar o single “Areia”, ele apresenta o EP “Baile da Chuva” através do selo Diáspora, já disponível nas principais plataformas de música. Ao longo de seis faixas, Gil Móia constrói amores urbanos, traça caminhos tortuosos de desemboca no mar. Se a jornada do álbum começou pela “Areia”, agora ela toma banho de chuva e cria um panorama mais completo dessa “Belém Bossa”. A sonoridade é guiada pelo violão, mas ganha contornos modernos com o uso de beats eletrônicos, em uma influência direta do lo-fi hip hop na tradicional bossa nova.É esse sub-gênero inventado que dá nome à primeira faixa, “Belém Bossa”. “El Camiño” narra uma andança de volta para o amor, enquanto “Onde você anda?” rememora um relacionamento passado. “Várias noites” anseia pelo retorno daquela que já partiu. “Morena das ondas do mar” se constrói no balanço dos beats eletrônicos e se deixa levar pela maré. Por fim, a já revelada “Areia” ganha tons de MPB e indie rock para dar forma a um antigo causo contado pela bisavó do artista... VIA
Tags:  , , , ,          

domingo, 13 de outubro de 2019

Raquel Stolf - Fora [Do Ar] (2019)...





Registro de áudio com 33 proposições sonoras, acompanhado de coisas avulsas/material impresso (cartões, folheto, encarte)da artista catarinense Raquel Stolf. As 33 proposições sonoras do disco podem ser desdobradas em micro-intervenções, instalações, ações, vídeos, desenhos e outros textos. Relançamento digital...
Tags:  , , ,          

sábado, 12 de outubro de 2019

Ivan Timbó - Remix Album (2019)...



Download: Remix Album (2019).zip (ou bote o mail no bandcamp acima)

O selo SEPASSANDO rec convidou diversos produtores musicais e beatmakers para remixar e criar versões a partir das músicas do álbum homônimo de Ivan Timbó. Com acesso as sessões de gravações em trilhas abertas, os produtores tiveram total liberdade para criar versões originais para as faixas do disco. O resultado desse processo é uma sessão de batidas que transita por vários segmentos da música urbana...
Tags:  , , ,          

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Samico - Samico (2019)...




Primeiro álbum do cantor e compositor pernambucano "Samico" com 11 músicas autorais em parceria com compositores da nova geração musical de pernambuco e participações especiais do cantor e compositor Jam da Silva e da cantora e compositora Franco-Argelina - Mozzaika. Levando o nome do artista pernambucano, o álbum traça um paralelo entre Brasil e Angola através do imaginário coletivo de identidade e de pertencimento. Propondo a leveza como caminho para ultrapassar as barreiras físicas e o imaginário como ponto de reencontro conosco...
Tags:  , , , ,          

d4crvz - O Menino Gabriel (Mixtape) (2019)...




O ambiente do rap nacional é um dos poucos em que a palavra “sujo” significa um elogio. Em uma perspectiva de mercado, que cada vez mais toma conta da arte, a sujeira não é algo bem vindo. A menos que seja aquela “sujeira” meio polida que agrada a um público pseudo-cult, disposto a pagar 100 reais em um ingresso pra um show no Circo Voador. Ofuscada por essa sujeira cenográfica existe a real, intrínseca às condições, ao conteúdo e ao estilo de produção dos beatmakers, produtores e MC’s underground espalhados pelo Brasil, como é o caso do som do D4crvz, que felizmente chegou até mim. Eu conheci o trampo dele através do Danilo, daqui do Oganpazan, um amigo baiano que a internet me deu. O disco chegou em .wav e já me deixou assustado (Manda em mp3 mano, 500 Mb de áudio é foda!). E o mais surpreendente é que o D4crvz é daqui do Rio de Janeiro, da Baixada Fluminense assim como eu, e cola com vários MC’s que eu gosto de ouvir, como o Lessa Gustavo e a Nabru, que participam do disco... VIA
Tags:  , ,          

quinta-feira, 10 de outubro de 2019

máquinas - O Cão de Toda Noite (2019)...




"O Cão de Toda Noite" é o segundo disco da banda cearense maquinas que saiu em 04 de Outubro desse ano. O sucessor do Lado Turvo, Lugares Inquietos veio pelo selo Mércurio Música também da capital, Fortaleza.Três anos depois do primeiro disco. o grupo viu a necessidade de ressignificar sua sonoridade estreitando laços com outros sons para criar um conceito diferente para esse novo momento.A gente percebe isso logo de cara em Maus Hábitos. Na faixa, o saxofone surge como novidade e logo vira um aliado de peso e recorrente no instrumental se tornando um decoro em meio a parafernália criada pelo maquinas! Corpo Frágil é uma faixa longa cheio de desdobramentos como uma batida pulsante quando os vocais vem à tona, um momento mais inquietante e um surpreendente jazz que acalma o frenesi de minutos antes... VIA
Tags:  , , , , , ,          

Davi - Ritual (2019)...




Prestes a lançar seu primeiro álbum solo, o cantor Davi divulgou o clipe de seu mais novo single, Ritual. A faixa da título ao próximo projeto do artista, que sairá em setembro... VIA

Tags:  , , , ,          

quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Satanique Samba Trio - Mais Bad (2019)...




Talvez o principal conceito de “Mó Bad” seja a dissolução de um conceito central, pra nos afastar de qualquer eixo “temático”. E, considerando toda a discografia do Satanique Samba Trio, aqui os níveis de desconstrução atingem o ápice criativo.Nos lançamentos anteriores, eles “brincavam” com a música brasileira usando seus próprios estereótipos, mas agora eles abusam também da “massa sonora”, ou seja, com a própria gravação. E essas disparidades das texturas durante o decorrer do EP exibem um conjunto que sai ainda mais da sua zona de conforto bem esquisita. Instiga o ouvinte não só a questionar os processos de produção da música atual, mas também brinca com “estilos” decididamente emergentes nessa última década.Todo esse divertimento não deve afastar a ideia de que há uma forma musical, rígida à sua maneira, por trás da composição do Satanique – o que indica muito a influência de nomes mais “sérios”, até do expressionismo... VIA
Tags:  , , , , ,          

Castello Branco - Sermão (2019)...




Em tempos de caos político, conflitos sentimentais e o inevitável distanciamento entre os indivíduos, Sermão (2019, Independente) nasce como um refúgio. Último registro da trilogia iniciada por Castello Branco em Serviço (2013), o sucessor do minimalista Sintoma (2017) mostra o esforço do cantor e compositor carioca em tratar de cada composição como um componente de acolhimento para o ouvinte. São versos simples, curtos, porém, sempre radiantes, estrutura que se reflete tão logo o álbum tem início, em No Mires Atrás (“Não é nenhuma mágica / É preciso saber prosseguir“), e segue até a faixa de encerramento do disco, em Uma Flecha Para o Futuro (“E no medo / Nada triunfa / Só o amor“). Com produção assinada pelo mineiro Ruben di Souza (Milton Nascimento, Beto Guedes), o trabalho de 11 faixas e pouco mais de 40 minutos de duração segue em uma estrutura crescente, por vezes festiva. Canções montadas a partir de arranjos acústicos, porém, completas pela inserção de sintetizadores, vozes em coro e a percussão sempre destacada, como uma parcial fuga do material entregue no disco anterior. Frações instrumentais que servem de alicerce para a poesia ensolarada do compositor carioca, base para a formação de músicas como Geral Importa. “Estou aqui pra qualquer porra / À beira do abismo / Minha nossa senhora / Geral importa“, canta, apontando o caminho seguido no restante da obra... VIA
Tags:  , , ,          

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Luisa e os alquimistas - Jaguatirica Print (2019)...




O terceiro álbum de Luísa e os Alquimistas, Jaguatirica Print, é uma coleção de hits prontos. E nisso se assemelha ao primeiro disco, Cobra Coral. Mas desta vez, a aura cigana das canções, entoadas até em outras línguas, se concentra nos batidões da urbe nordestina. É menos cosmopolita e mais raiz. É mais sexy e menos nômade. Mas ambos encontram a sintonia da cantautora Luísa e os beats e grooves de seus alquimistas. E mesmo com o regionalismo popular dos rincões nordestinos, escancarado e pairando sob a atmosfera brega-funk, há um passeio constante pelas ruas e ruelas da Jamaica – uma marca presentes nos três discos da banda, inclusive no mais vagaroso e eletrônico Vekanandra (2017), o segundo álbum.“Nesse disco procuramos nos aprofundar na energia sonora dos batidões eletrônicos da música urbana nordestina, conectando isso com um ambiente de experimentação de timbres, arranjos, flows e assuntos que se misturam ao dub, dancehall, reggaeton, rap, zouk, r&b”, disse Luisa.Ela ressaltou ainda a sonoridade embebida de referências ao passado e na busca de climas por vezes retrô e, até mesmo, brega, dos anos oitenta e noventa, também está presente na parte visual do disco... VIA
Tags:  , , , , ,          

Greggório - Cantos Gregorianos (2019)...




Greggório vive e explora bem a sua condição de jovem do subúrbio, sagaz e que faz do rap o seu esteio, afim de contar boas histórias.Fundador do R93, um dos grupos mais importantes da frutífera cena rap de Volta Redonda, cidade do interior do Rio de Janeiro, Greggório é uma figura fundamental para a cultura Hip Hop local, seja como MC, ou seja como o agitador cultural que promove eventos que movimentam a região, abrindo espaço para que diversos outros artistas se apresentem ao publico.É neste contexto que o MC apresenta seu primeiro EP solo, “Cantos Gregorianos”, que aproveita e alimenta de música fresca e de qualidade um forte público local, órfão do rap cheio de energia do grupo originário do rapper, o R93 que após o bem recebido EP “Confronto de Rua” se encontra em pausa de suas atividades. “Cantos Gregorianos” traz de modo honesto e divertido, 6 músicas, incluindo “VIVA”, primeiro single do projeto e que conta com um clipe muito querido pelo público. Todas as faixas são produzidas pela talentosíssimo duo BeatBass High Tech, formado por Pablo Duca e Rafael Garcêz. O EP, mesmo trazendo forte referência da “golden era” do rap em seus beats e versos, não deixa de soar contemporâneo, com uma agradável estética sonora, boa seleção de samples, arranjos ritmos e cadências, o trabalho ainda traz participações especiais que potencializam ainda mais o discurso firme de Greggório, indo das rimas de Thiago Elniño e Natache, atá as melodias de Herella... VIA
Tags:  , ,          

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Rosa Neon - Rosa Neon (2019)...




Na faixa “Rosa Neon”, a banda já anunciava: “Um verde cairá tão bem em você”. O que eles não sabiam é que o verde que marca a história do grupo não era exatamente relativo à cor, mas sim a Milho Verde – nome que batiza a cidade mineira próxima à Diamantina em que Mariana Cavanellas, Marina Sena, Marcelo Tofani e Luiz Gabriel Lopes se encontraram pela primeira vez.*Do encontro, uma sintonia sem igual, uma vontade de “fazer a história acontecer”. Cada um deles já tinha seu corre na cena de música independente de Minas Gerais: Marina Sena com A Outra Banda da Lua; Marcelo Tofani em seu projeto solo; Luiz Gabriel Lopes com três discos solo e uma trajetória com a banda Graveola e Mariana Cavanellas com a banda Lamparina e a Primavera... VIA
Tags:  , , , ,          

Chico César - O Amor É Um Ato Revolucionário (2019)...





Em seu nono disco, lançado na última semana, o paraibano Chico César, 55, apresenta sugestivas opções para se lidar com as trevas. "Pedrada" e "Eu Quero Quebrar" são algumas das novas canções. A insurreição principal proposta pelo músico, no entanto, e que dá título ao álbum, vem de um caminho muito mais pacífico e que permeia seus 25 anos de carreira: o afeto."O Amor É um Ato Revolucionário" pretende rebelar por meio da arte. "Os agentes da nossa época querem acabar com a dança, com o beijo e com a poesia. Então, quanto mais a gente dançar, beijar e fizer poesia, mais subversivo a gente vai ser. Se só ficar fazendo passeata pela dança, pelo beijo e pela poesia, é sinal de que eles ganharam", diz o músico. Mas quem são "eles"? "Esses que querem dizer como o amor deve ser. Doria, Crivella, Bolsonaro. Só que a sociedade avançou muito nos últimos tempos, e isso não vai acontecer. Os negros não aceitam voltar para a senzala, as mulheres não aceitam voltar para a cozinha e os gays não aceitam voltar para o armário"... VIA
Tags:  , , ,          

domingo, 6 de outubro de 2019

Cavalcantissimos - Os Corredores (2019)...



Download: Os Corredores (2019).zip (ou vá no bandcamp acima)

Sempre prolífico, em 2017, Gabriel Guerra (40% Foda/Maneiríssimo, Séculos Apaixonados) foi convidado a produzir 24 horas de música para os corredores do Hotel Arpoador, no Rio de Janeiro. Posteriormente diluído e organizado em apenas 10 horas de produção, o trabalho foi revisto pelo artista no início deste ano e agora lançado com o título de Os Corredores (2019). São 21 faixas e pouco mais de 50 minutos em que o músico carioca, aqui apresentado como Cavalcantissimos, brinca com o uso de delicadas paisagens instrumentais... VIA
Tags:  , , , , ,          

sábado, 5 de outubro de 2019

Cinema Berlim - Segredos EP (2019)...




Pode ser aquilo que você fez no verão passado, a última fofoca que te contaram sobre aquela pessoa que você detesta ou uma pilha de cartinhas de amor que você incendiou numa tarde fria de outono. Seja como for, todos temos coisas ridículas, terríveis ou embaraçosas demais para dividir com o resto do mundo - pelo nosso próprio bem e pelo dele. Este EP é uma ode a essa invenção humana sem a qual a civilização simplesmente não seria possível: os Segredos. Aliás, vou te contar um: vem mais por aí...
Tags:  , , , ,          

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Oliveira - Canções Não (2019)...




Oliveira é o projeto musical do poeta, crítico e compositor Carlos Gomes, que lançou em agosto de 2019 a obra Canções não, formada por livro de poemas, espetáculo e disco. O primeiro álbum de Oliveira conta com 10 faixas, produzidas pelo músico Hugo Linns. O disco está disponível para download e streaming gratuitos no Bandcamp.A formação do álbum e do show Canções não, de Oliveira, conta com voz e violão de aço por Carlos Gomes; viola dinâmica, programação e arranjos por Hugo Linns; baixo acústico por Rogê Victor e participações especiais dos poetas Jomard Muniz de Britto, Nathalia Queiroz e Philippe Wollney... VIA
Tags:  , , , , ,          

Bia Ferreira - Igreja Lesbiteriana Um Chamado (2019)...




Bia Ferreira não vai se calar. É esse o principal recado que traz “Igreja Lesbiteriana“, primeiro álbum da cantora apontada como um dos mais promissores expoentes da música contemporânea. Bia tem suas crenças, sua luta e ali está embasada sua poesia. Ela vive uma paixão pulsante que tem também seu lugar no disco de estreia. Muito papo reto com melodias e levadas envolventes, pegada moderna e autenticidade.Produzido por Bia, Vinicius Lezo e B Negão, “Igreja Lesbiteriana” o material chegou hoje às plataformas digitais através da Altafonte.O discurso da “Igreja Lesbiteriana” de Bia Ferreira às vezes chega como um tapa, mas é também recheado de amor. É para educar sobre vida, sobre a luta do movimento anti racismo, do feminismo negro. É sobre as questões LGBTQIA+, tecnologias de sobrevivência... VIA
Tags:  , , , , ,