sábado, 28 de março de 2020

Férias da Desgraça - Episódio #05: Maceió (AL)...




Depois de duas semanas acompanhando a banda, filmando cada show e todos os momentos possíveis, a gente chegava em Maceió pra passar o réveillon. A cidade ia ser minha última com a banda nessa perna da turnê. Dia 2 de janeiro eu começava um emprego novo em SP e o andamento da filmagem seria alterado por isso. Ao invés de acompanhar eles de carro a turnê toda, agora eu encontraria a banda em SP, desceria até Curitiba, voltaria pra SP e faria o último show com eles em Florianópolis, onde a minha banda também ia tocar.

Maceió foi a cidade que eu me senti mais à vontade, estávamos muito bem instalados na casa do Felipe e da Julia, em umas 10 pessoas que vieram de Recife pra passar a virada. No dia que a gente chegou já teve show da Ximbra, que é a banda que eu mais gosto nesse país, o Rodolfo me deu o microfone pra cantar uma música uma hora, foi inesquecível, louco, uma daquelas experiência que o cara tem uma vez na vida que td faz sentido. Dizer que eu inventei essa websérie só pra ver um show deles não é muito exagero.

No dia seguinte era o réveillon, e a gente ia passar todo mundo junto na beira da praia numa festa que o Cícero da Lupe de Lupe e a Laís estavam organizando. Todo mundo tomou todas e tudo que tinha. Foi o único dia que eu não levei minha câmera e foi a melhor decisão que eu tomei na viagem. Graças às fotos dos amigos e amigas desse dia deu pra resgatar algumas lembranças dessa noite pra colocar no episódio.

No dia primeiro a gente toda ficou em casa com fotofobia e ressaca. Monopolizamos a TV pro pai do Felipe não assistir a posse do Biroliro Genocida e ficamos assistindo filmes de terror no Netflix e curtindo as últimas horas juntos.

No dia seguinte o Vitor me levou no aeroporto as 5 da manhã, eu batia o ponto as 13:00 em São Paulo. Essa parte da viagem terminava mas em alguns dias outra começava pra mim, enquanto eles seguiam de carro pelo Nordeste rumo ao Sul.

Stefano Maccarini

 
Tags:  , , , ,          

sexta-feira, 27 de março de 2020

Gueibz - CAFÉ E LOFI (2019)...




Esse EP é uma delícia de ouvir, Café e Lofi (2019) é um compilado de 6 faixas de um rapper do interior de Pernambuco. Mais especificamente da Zona da Mata, e se localizando em Carpina, Gueibz produz arte. Se ancora no hip hop, produzindo um rap rico numa ambientação bem particular e dialogando com a estética lo-fi. Suas tracks nos apresentam suas vivências, suas referências que vão de Kant à Godard, que obviamente tem o mestre Don L como um dos exemplos de excelência no rap nacional.Mas não apenas, erudição está em jogo aqui apenas no sentido de que o conhecimento precisa ser revertido em força e resistência aos aspectos mais bizarros do status quo. Encontramos também faixas falando sobre amor, sem rimar isso com dor, ou seja, sem os clichês comuns em lovesongs. Essas imersões vão também de encontro ao estado de coisas que vivemos hoje na contemporaneidade, e nesse caso o Gueibz mira a caneta e acerta no alvo em faixas como Rolê de Bizz Vermelha... VIA
Tags:  , ,          

Institution - Ruptura do Visível (2020)...




O novo disco do Institution, o segundo da carreira do grupo formado em 2013, chegou nesta sexta-feira (13) nas lojas e principais plataformas digitais, decidido a discutir o desenvolvimento de uma consciência crítica e o rompimento das práticas sociais opressoras. Segundo o vocalista Hélio Siqueira, o álbum aborda o que na prática seria a identificação de uma posição social e de tudo o que está atrelado a ela. “Apenas quando somos capazes de compreender a nossa classe social é que entendemos o que se passa ao nosso redor para, então, buscarmos práticas para amenizar tais problemas. Uma pessoa que mora em uma área periférica não tem os mesmos privilégios que outra que mora em uma área central ou de alta renda. E o que isso impacta na vida das pessoas? Por que o sistema educacional ou de saúde é diferente entre regiões? Por que não há práticas ou espaços culturais em áreas de baixa renda? São perguntas como estas que nos fazem compreender as vicissitudes diárias que vivemos”, explica... VIA
Tags:  , , , ,          

quinta-feira, 26 de março de 2020

Guidi Vieira - Outra Língua (2020)...





"Outra língua" é o segundo álbum solo da cantora Guidi Vieira, e o primeiro autoral. Ao lado do guitarrista e produtor Pedro Costa, que toca todos os instrumentos do disco, Guidi apresenta dez faixas, quatro delas feitas em parceria com outras compositoras. Nestas dez canções, Guidi aborda temas como saudade, amor, insegurança e cinismo, entre outras minúcias sobre as relações humanas. Musicalmente, "Outra língua" marca o encontro da MPB com o rock, dois universos vividos intensamente pela cantora...
Tags:  , , , , ,          

ÀIYÉ - Gratitrevas (2020)...




Após o fim da Ventre, Larissa Conforto passou por um grande processo de autodescoberta pessoal que envolveu mudanças de ares e até mesmo de país. Ela se mudou para a capital portuguesa ainda no ano passado mas, claro, já tinha composições no bolso.Durante uma turnê com Vitor Brauer (Lupe de Lupe), ela tomou coragem e começou a compor músicas que de certa forma foram o embrião do que mais tarde viria a se tornar ÀIYÉ. O debut que realizamos a Premiere hoje, é o resultado do que chama em entrevista exclusiva, de vida. A imersão na Umbanda, a mudança de país, a parceria e estudo dos instrumentos e sua conectividade com parcerias dão luz a Gratitrevas, que mesmo em tempo de trevas, se mostra cintilante. Podendo até mesmo iluminar a caverna do “Mito” (de Platão).O EP está sendo lançado pelo selo paulista Balaclava Records e tem como a espiritualidade e a energia vital dos recomeços, seus pontos de partida... VIA
Tags:  , , , , , ,          

quarta-feira, 25 de março de 2020

Thainá Borges - Criame (2019)...




"Criame" é fruto de pesquisa e resgate sobre ritmos regionais e culturas tradicionais feito pela artista Thainá Borges. É sobretudo a apreensão mais sincera e cara à autora acerca das experiências de migração que ocorrem fluidas pelos sertões urbanizados...
Tags:  , , ,          

Cicero - Cosmo (2020)...



Download: Cosmo (2020).rar

Após quatro álbuns, o músico e produtor carioca Cícero lança seu quinto álbum, intitulado “Cosmo”.  Não por acaso, a trajetória discográfica de Cícero, que começou em um pequeno apartamento e saiu, pelas ruas, praias e cidades, encontrou na ideia do Cosmo a ilustração poética e musical perfeita para a imensidão das novas questões do artista.Segundo as palavras do cientista Carl Sagan (1934 – 1996), Cosmo “é tudo que já foi, é ou será” e sobre o qual cada indivíduo lança seu olhar, suas crenças, sua existência. Partilhando da mesma visão, Cícero constrói um novo quadro de suas impressões e expressões artísticas, agora voltadas para a expansão de perspectivas que a própria ideia de Cosmo, ou Cosmos, sugere... VIA
Tags:  , , , ,          

terça-feira, 24 de março de 2020

Ziminino - Ziminino (2019)...




Fruto de vocabulário ancestral e da junção entre duas mentes férteis da música feita na Bahia atualmente, o Ziminino chega com seu primeiro disco recheado de sons multinacionais. Rafa Dias (Àttooxxá)e Ricô Santana (OQuadro) começaram o projeto há mais ou menos três anos e desde então o trabalho vem sendo amadurecido homeopaticamente. O resultado que eles trazem agora é um álbum que nos leva a vários ambientes da música negra global, desde as cordas tocadas nas ruas de pedra do recôncavo baiano aos timbres eletrônicos dos guetos europeus... VIA
Tags:  , , , ,          

Elétron - Onde Estão Vocês (2019)...




A ELÉTRON foi formada em Teresina em março de 2004. Seu início foi seguindo uma básica e fundamental proposta vinda do mandamento punk, o faça-você-mesmo do it yourself surgido no final da década de 70 conforme era o máximo. Músicas com vocais forte, acordes vigorosos e letras de ritmos sinceros como não é muito comum nos atuais dias... VIA
Tags:  , , ,          

segunda-feira, 23 de março de 2020

Terra Mãe - Medo Frio Cansaço (2020)...




Terra Mãe fez um convite à inúmeras reflexões lançando “Medo, Frio, Cansaço”. Na última sexta-feira (6), a banda de Campinas (São Paulo) apresentou seu novo EP, fruto de um processo de amadurecimento e qualidade de arranjos, experimentando e mostrando um jeito bonito e sensível de unir música e poesia. São quatro faixas que expressam os sentimentos do cotidiano, as perturbações da vida adulta e as dificuldades de se auto-aceitar e atingir os objetivos. Seu álbum de estreia chamado “Resiliência“, foi lançado em 2019, e agora, a ideia é se reinventar com o novo trabalho. Com influências do post-rock e de bandas como Radiohead, misturando a calmaria e a agitação, “Medo, Frio, Cansaço” conta com a participação de AIYÉ, como é chamada a nova face da cantora, compositora e baterista Larissa Conforto... VIA
Tags:  , , , ,          

Versu2 - A Trama dos Tambores (2020)...




Sempre que estou no Pelourinho encontro meus meninos e meninas que não são mais tão meninos assim. Luely, Yuri e Denilson tocando pelas ruas de pedra, marcando, repicando e produzindo arte onde nossos ancestrais banharam de sangue os largos e ladeiras, e o grave dos tambores do samba reggae sempre me arrepia. Quando adolescente toquei em uma banda de percussão do mestre Boca Mole, no Parque São Cristovão, mesmo lugar de onde sairia alguns anos depois o irmão de Binho, meu parceiro de jogo de botão: Kino Mc. Utilizo esses exemplos pessoais, que atravessam dois aspectos da minha vida, porque de algum modo esse micro-cosmos está plenamente contemplado no primeiro disco do grupo de rap baiano Versu2. Nosso povo segue sendo exterminado na Roma Negra, e a revolução que Neguinho do Samba operou foi aos poucos sendo absorvida pela branquitude de Salvador que a transformou numa indústria lucrativa, colocando de canto os blocos Afro de Salvador... VIA
Tags:  , ,          

domingo, 22 de março de 2020

Mariano Tavares - OTOBIOGRAFIA (2020)...





Transitando entre a MPB, o indie folk, o rock, e seus subgêneros, o cantor e compositor potiguar Mariano Tavares lança “Otobiografia”, seu terceiro álbum, no qual entrelaça sonoridades acústicas (violão e contrabaixo) com guitarras elétricas e bateria/percussão de timbres quase minimalistas, reafirmando sua busca por uma identidade autoral que possa transitar com fluidez entre a contemporaneidade e a tradição.Com produção e direção assinadas pelo próprio artista, o título e o conceito do álbum remetem à obra do filósofo franco-argelino Jacques Derrida, mais precisamente ao livro “L’oreille de l’autre”. Para Derrida, a assinatura de todo texto, incluindo aquele que se afirma autobiográfico – como geralmente ocorre com as canções –, não se efetiva no momento de escrita, mas somente muito tempo depois, quando o “ouvido do outro” puder estar aguçado, interessado, entusiasmado o suficiente para entender como reais as narrativas daquele que declara e assina o “autos”... VIA
Tags:  , , , , ,          

sábado, 21 de março de 2020

Alcaçuz - Ao Vivo no Festival MARTHE (2019)...





Alcaçuz é uma banda piauiense, com músicas autorais regadas a rock, sol, funk, brega, álcool, açúcar, cuscuz, noites, paixões, lugares, ereções e exibicionismos. Formada em 2009, a banda é formada por Pedro Ben (guitarradas e voz), por João Paulo (Baixos cheios de groove) e pelos batimentos atropelados de Javé Montuchô. O trio possui melodias que conversam e discutem, formando assim o seu som, insano, irônico, sarcástico, erótico, provocativo, criando seu groove frágil! Eles comemoraram 10 anos de vida se apresentando na terceira edição do Festival Marthe, no ano de 2019. O show aconteceu na Casa Barro, na noite de abertura do festival. Ouça e baixe esse bootleg alucinante...
Tags:  , , , , , , ,          

sexta-feira, 20 de março de 2020

Nerling - Tempo do Amor (2020)...





O cantor e compositor palmeirense José Ricardo Nerling, lançou na última sexta-feira, 28, seu novo álbum intitulado Tempo do Amor. Com produção de Maycon Ananias, o disco de estreia gravado em Curitiba, vem depois de uma carreira premiada no cenário nativista do Rio Grande do Sul.Com oito músicas inéditas, Tempo do Amor vem de uma forma bem diferente do conteúdo que Nerling apresentava aos fãs. Suas canções carregam os traços da nova MPB, do Folk, do Pop Rock, além da influência dos ritmos regionais. Além de artista, o jovem cantor é advogado, teólogo e historiador... VIA
Tags:  , , , , ,          

Arthur Melo - Metanoia (2019)...





Nome conhecido na CENA mineira, Arthur Melo lança via Popload, em primeira mão, seu novo disco “Metanoia”, projeto que mostra um lado mais visceral do cantor e compositor de Belo Horizonte, embora o álbum não tenha sido propriamente planejado.Gravado em praças, parques e bares de Portugal e Espanha (!), “Metanoia” conta com participação direta do músico Pedro Theodoro, percussionista e ex-baterista da também banda mineira Young Lights. A parceria surgiu a partir de uma turnê que Arthur e Pedro fizeram pela Europa em julho deste ano.De última hora, eles resolveram levar para o rolê equipamentos de gravação e microfones para musicarem composições de Melo. Daí, simples assim, surgiu o disco... VIA
Tags:  , , , , ,          

quinta-feira, 19 de março de 2020

Djonga - Histórias da minha área (2020)...




Nesse disco, com 10 faixas inéditas, o rap de Djonga dialoga com o funk do paulista Don Juan, com o canto da atriz Bia Nogueira (diretora musical da peça 'Madame Satã', na qual o anfitrião fez o papel do icônico protagonista), a rapper Cristal, o carioca NGC Borges e seu fiel escudeiro FBC, um dos nomes mais importantes do hip-hop de Minas. As batidas, como sempre, vieram do mineiro Coyote Beats. 'Histórias da minha área' entrega o que o título promete: crônicas sobre – e para – as favelas e periferias do Brasil. 'Consciência social era roubar playboy/ Dividir o lanche/ Dividir marola', diz a letra da primeira faixa, 'O cara de óculos'. Djonga avisa: 'Papo de bandido pra quem entende/ Eu faço o som que te tira a venda/ Deixa os boy fazer o som que vende!'. Na segunda faixa, 'Não sei rezar', dedicada aos amigos do tráfico que morreram muito jovens, Djonga rima: 'Seu nome no céu vou honrar/ Dessa vez com algo efetivo/ Parei de pensar em matar/ Vingança vai ser ficar vivo (…) Na vibe do meu som/ Meu swing é do jazz/ Pra nunca mais ter que ouvir o aqui jaz.'... VIA
Tags:  , ,          

Priscilla Ermel - Origens Da Luz (2020)...




Compilação lançada neste ano de 2020, com canções feitas entre 1986 e 1994 pela cantora, arranjadora, compositora e multiinstrumentista Priscilla Ermel...
Tags:  , , , ,          

quarta-feira, 18 de março de 2020

Letrux - Aos Prantos (2020)...




Depois da noite de festa, é hora da ressaca. Três anos após o lançamento de Letrux Em Noite De Climão (2017), obra em que passeia em meio a relacionamentos fracassados, romances lésbicos e instantes de doce libertação, Letícia Novaes está de volta com um novo trabalho de estúdio: Letrux Aos Prantos (2020, Independente). Como indicado logo no título do álbum, trata-se de um registro marcado pela força dos sentimentos, dores e conflitos existencialistas da cantora e compositora carioca. Frações poéticas consumidas pela necessidade da artista em seguir em frente, mesmo regidas pelo peso da memória e pequenos traumas que parecem acumular desde o disco anterior.“Se organizar direito, todo mundo chora / Se organizar direito, todo mundo cansa / Mas nem todo mundo transa / Nem todo mundo goza“, canta na introdutória Déjà-vu Frenesi, canção que reflete o lirismo angustiado da artista carioca. São pouco mais de quatro minutos em que a cantora resgata a poesia tragicômica do álbum anterior, porém, estabelece pequenos diálogos com o último trabalho de estúdio no extinto Letuce, Estilhaça (2015), obra assinada em parceria com o ex-marido, o multi-instrumentista Lucas Vasconcellos. Um misto de rock e pop decadente, proposta que orienta a experiência do ouvinte até a derradeira Cry Something Awkward... VIA
Tags:  , , , , ,          

Volar - Três Tempos EP (2020)...




Acaba de chegar às plataformas digitais o EP Três Tempos, da banda barbosense Volar. O trabalho marca o retorno do grupo após uma parada de cinco anos. Nascido sob o nome de Lila, o grupo ficou na ativa entre 2010 e 2014, período no qual ganhou espaço com o primeiro lançamento, Faço de Conta que Ainda Existo – cujo primeiro single foi produzido por Duda Calvin, da Tequila Baby. Esse momento inicial da banda contou ainda com uma turnê com mais de 50 shows, entre Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo... VIA
Tags:  , , , ,          

terça-feira, 17 de março de 2020

o Cândido - Sons Ininterruptos (2020)...




 No passado dia 3 de março saiu o novo EP d'o Candido, Sons Ininterruptos, que conta com o apoio da produtora brasileira Mente Vazia.Este EP traz consigo quatro composições, que tem como tema recorrente as reflexões sobre o ser na cidade, junto de alusões ao amor romântico. Nos 20 minutos de duração do EP, o Candido apresenta-nos um leque de diversos géneros, relacionando-se com o rock dos anos 70, o post-punk e a MPB. As quatro canções apresentam arranjos mais intrincados e ousados do que o material do primeiro EP, apontando a melhoria da banda como um grupo de fato... VIA
Tags:  , , , , ,