terça-feira, 26 de março de 2019

Liniker e os Caramelows - Goela Abaixo (2019)...





Após Remonta (2016), disco que traz encomendas feitas pelo tempo, destinadas a corações e lágrimas perdidas, a banda Liniker e os Caramelows lança o segundo álbum da carreira. Intitulado Goela Abaixo , o trabalho foi concebido na estrada – entre 2016 e 2018, o grupo passou por mais de 20 países. Ainda assim, o olhar está voltado para o íntimo em um momento de amadurecimento. “É um som para respirar, para dançar espaçado e sentir para onde cada faixa leva”, diz a cantora e compositora Liniker Barros. Produzido pelo baixista Rafael Barone, o novo disco teve os seus primeiros singles revelados em 2018. “Lava” (coprodução de Barone e Mauricio Fleury) foi gravado no Estúdio Canoa, em São Paulo, e trouxe uma organicidade que contrapõe o trabalho anterior, com forte influência da música do nordeste da África e também da América Central, mas sem tirar um dos pés do Brasil. Registrada no Estúdio Philophon, em Berlim, “Calmô” chegou com um videoclipe sobre o amor de duas mulheres que viveram a delícia da entrega e caminharam juntas por muitos lugares... VIA 
Tags:  , , , , ,          

Deafkids - Metaprogramação (2019)...





Definir o som do trio Deaf Kids não é fácil. Sinceramente nem sei como fazer isso. Bateria percussiva, guitarra e baixos pesados em looping, efeitos diversos. Acho que o melhor a se escrever é que é uma experiência sonora. E que deve ser vivida ao vivo. Se possível ao redor dos caras em um local intimista como foi no Festival DoSol.O trio emana energia. Várias referências passam pela cabeça sem se chegar a uma conclusão. Melhor curtir. Mas aí lembro da Módulo 1000, dos anos 70 que no meio de uma música psicodélica/progressiva metiam uma percussão samba reggae! Será que hoje eles fariam algo parecido?The Upper Hand, de 2013, alternava momentos de lentidão quase depressiva com velocidade enlouquecedora. O disco de estreia, o EP 6 Heretic Anthems For The Deaf de 2011, era praticamente um disco de grindcore. Metaprogramação segue o formato de concepção que a banda criou com a parte eletrônica em evidência. Não há espaço para pensar, raciocinar. É como se fosse uma fuga e o que vale é o instinto. Ao longo das 13 faixas a impressão é que a opção é reagir ao que aparece pela frente na fuga... VIA
Tags:  , , , , ,          

segunda-feira, 25 de março de 2019

GIALLOS - MISSA DO GALO (2019)...




Download: Missa do Galo (2019).zip (Ou vá no bandcamp acima)

Missa do Galo é caos. Giallos não nega: regressão à vista – ou já instituída? Morre a Democracia e com ela a virtuose do rock limpinho, arquitetado em estúdios caríssimos. Sem essa de textão para redes sociais nem militância de condomínio. A narrativa é a assombrosa realidade dos fatos: a ascensão do desumanismo. Os temas? Uma profusão sonora onde se encontram o barulho e a sordidez das notícias, dos preconceitos, dos julgamentos. Fazendo muito com pouco: guitarra, bateria, voz e crueza.O disco mais reto e sujo do trio andreense não vem à toa: é resultado de quem tenta devolver ao rock seu status pensante, marginal, perigoso, contravencional. Aqui não tem essa de rock para dançar, nem para pregar da boca pra fora “mais amor, por favor”, muito menos para afagar os egos do nosso viralatismo nacional – sempre mirando soar altamente produzido e impecável porque “nos States é assim que eles fazem”. Giallos quer o tosco, o inadequado, gravar como se estivesse no quartinho da bagunça no fundo de casa. É aí que mora a diferença... VIA
Tags:  , , , , , ,          

Cadu Tenório - Corrupted Data孤独死 (2019)...




Download: Corrupted Data孤独死 (2019).zip (ou vá no bandcamp acima)

Antes de mais nada, vale deixar registrado:Escrevo esse texto com base quase que unicamente em experiências pessoais.Fui convidado a escrevê-lo com base em meu último trabalho, Corrupted Data蝶とクジラ. Indaguei-me se seria possível fazer isso sem cair numa espécie de egotrip infinita, mas, ponderando um pouco, percebi que este trabalho permitia reflexões próprias, ainda como parte de seu desenvolvimento tendo em vista sua continuação, Corrupted Data孤独死, que já estava em processo de acabamento na ocasião do convite. Pensando no efeito que todo o processo teria me causado, como foi transformador e como a persona evocada consegue habitar um universo tão particular e tão próximo. Corrupted Data蝶とクジラ consiste na juncção de três produtos indissociáveis um do outro, um disco, um site e um e-livro. Os três complementam-se. Há textos que são falados como em um áudio-livro no meio do disco. A maior parte desses textos está em primeira pessoa, escritos em formato de desabafo, numa estrutura quase de diário... VIA
Tags:  , , , ,          

domingo, 24 de março de 2019

The F.Ray - Purge EP (2019)...




Download: Purge EP (2019).zip (se der erro, bote o mail no bandcamp acima)

The F.Ray é um projeto de Felipe Espindola de Borba, com características experimentais, e influências do eletrônico, lofi e rock, que junto a influentes pessoais, busca criar um som diferente e com personalidade própria.Em 2016 foi disponibilizado seu primeiro EP conceitual “ParaL-NoiD UniversE“, com uma pegada sombria junto a conceitos de múltiplas personalidades, universos paralelos e paranoias, guitarras barulhentas e vocais sinceros.Após o lançamento do single e videoclipe para a nova faixa “Bugboo“ no finalzinho de 2018, o projeto agora faz o lançamento do seu novo trabalho.Através do novo EP “Purge“, The F.Ray explora sua sonoridade voltada a música eletrônica em cinco tracks autorais, em um contexto baseado na luta contra ansiedade e auto conhecimento, acrescido com novas referências do techno melódico e toques pessoais... VIA
Tags:  , , , , ,          

sábado, 23 de março de 2019

Quasi Gente - Guerra de Alturas (2019)...




Download: Guerra de Alturas (2019).zip (Ou vá no bandcamp acima)

Guerra de Alturas é o primeiro EP do projeto Quasi Gente, por Gäbriel Cröw (DJ Cröw, Corvo Beats)Chove no mar, o que nos resta além de explodir de dentro pra fora tal qual ouvidos pressionados por água artificial numa paisagem urbanamente plástica?...
Tags:  , , ,          

sexta-feira, 22 de março de 2019

Danilo Penteado - Ling Leng (2019)...




Ling Leng , primeiro disco solo de Danilo Penteado chega às plataformas digitais, com parcerias com Gilberto Gil, Cesar Lacerda, Romulo Fróes e Luiz Tatit. As cantoras Lena Bahule e Ná Ozzetti participam das faixas "Nos cabelo dela" e "Dupla"...
Tags:  , , , ,          

Teto Raso - A Tinta e o Instinto (2019)...




A banda porto-alegrense Teto Raso lançou na última sexta-feira, dia 15, seu primeiro EP, chamado ‘A Tinta e o Instinto’. Ele marca o primeiro trabalho completo do grupo, que havia dado uma prévia do álbum em dezembro de 2018 com o lançamento do single “Mural“.Abordando temas universais, como amor, crescimento e aceitação, o disco leva o ouvinte numa jornada da ingenuidade juvenil frente ao mundo até a maturidade que as desilusões e conflitos existenciais proporcionam. Formada por Alexandre Barletta (voz, guitarra e synths), Caíque Paiva (voz e guitarra), Fernando Bósio (bateria) e Hebert Garcia (baixo), a Teto Raso contou com a produção e mixagem de Leonardo Braga e masterização analógica de Marcos Abreu... VIA
Tags:  , , , ,          

quinta-feira, 21 de março de 2019

bruno trchmnn​/​frøihov - Split (2019)...




Download: Split (2019).zip (Ou vá em ouça)

Este split é o primeiro disco a sair em formato digital e cassette pelo selo SIRENE de Campinas-SP, onde também dá nome a um evento voltado para música experimental. O lado A de Bruno Trchmnn (Cama Rosa, Leila) traz um improviso de drone, percussão e guitarra  que remete a artistas como Angus Maclise e Tony Conrad, enquanto o lado B traz uma faixa do Frøihov, projeto de Piracicaba-SP, com guitarra, sopros, feedback e vocais que traz elementos do folk estranho de Six Organs of Admittance e o Gastr Del Sol...
Tags:  , , , , , ,          

Höröyá - Pan Bras’Afree’Ke Vol. 2 (2019)...





Toda história do Brasil está intimamente conectada à do continente africano, tanto pelos fluxos migratórios forçados de séculos de regime escravocrata quanto pela força do impacto cultural que os povos africanos desempenharam em terras brasileiras. Honrando esse vínculo tão profundo, o grupo paulistano Höröyá prepara-se para lançar o seu terceiro disco de estúdio: Pan Bras’Afree’Ke Vol.2. Na verdade, ainda que tenha se formado em São Paulo, o Höröyá é um grande grupo transcontinental, pois une músicos do Brasil com instrumentistas do Senegal, Guiné, Burkina Fasso e Mali. Seu som instrumental reflete essa conexão e carrega uma força ancestral difícil de ser ignorada por quem o ouve.*Pan Bras’Afree’Ke Vol.2 foi gravado em São Paulo, Bamako (no Mali) e Bobo-Dioulasso (em Burkina Fasso). Nele, a banda convidou Famoudou Konate, um dos maiores percussionistas de djembê do mundo, que, agora, aos 79 anos, está participando pela primeira vez do álbum de um outro artista e se tornou uma espécie de padrinho do Höröyá. O novo álbum traz também as participações especiais de Chico César, Jaques Morelenbaum, Cheick Tidiane Seck, Davi Kopenawa Yanomami, Gabi Guedes, Zal Sissokho, Adama Keita, Moustapha Dieng, Baruou Kouyate, “Petit” Solo Diabate, Drissa Sidibe, Birima Mbaye, Aziz Mbaye, Ibrahima Sarr, Jackson Silva e do grupo vocal Clarianas... VIA
Tags:  , , , , , ,          

quarta-feira, 20 de março de 2019

Carbônica - Carbônica (2019)...




A banda Carbônica foi fundada em 2007 na cidade de Guarulhos (SP) e, atualmente tem como integrantes Will (guitarra e vocal), Vini (baixo e sampler) e Alex (bateria). Desde o início da sua trajetória a banda assumiu o compromisso com uma cena independente ativa e acessível, mantendo um olhar para a realidade urbana e periférica que reflete nas letras do disco. Seu primeiro álbum completo traz músicas onde questões sociais caras à banda, como respeito à diversidade e acessibilidade, dentre outras, se apresentam neste trabalho que reúne faixas dos EPs lançados nos últimos anos e cinco músicas inéditas. Tudo isso embalado por uma roupagem que vai do disco-punk ao drum and bass, do blues ao garage.“Nós acabamos de completar 10 anos de estrada e as 10 músicas desse álbum são o retrato dessa trajetória, que é fazer rock com tesão, se divertir e expor nossas verdades através do nosso trabalho artístico”, conta o guitarrista e vocalista Will... VIA
Tags:  , , ,          

Francisco el Hombre - RASGACABEZA (2019)...







Inércia? Passividade? Gelo? Monotonia? Cara de c*? Nada disso! Aqui falaremos justamente do contrário: de atividade, de movimento, de fogo, de energia e de ter um parafuso solto. Aliás, é isto que caracteriza RASGACABEZA, o novíssimo álbum da banda Francisco, el Hombre. Três anos após o lançamento do elogiadíssimo SOLTASBRUXA, que disparou o grupo para o Brasil todo, eles estão de volta. Sem poupar críticas, a banda apareceu com uma evidente proposta de não deixar ninguém parado e para isso utilizam o fogo, estampado na capa, como principal elemento do trabalho... VIA
Tags:  , , , , ,          

terça-feira, 19 de março de 2019

Paradisi - Inverse (2019)...




O Paradisi, banda de rock alternativo de Brasília, acaba de lançar um novo álbum, chamado "Inverse". O disco possui 12 músicas e está dividido em duas partes: "Inverse: Brighten", com 6 faixas, e "Inverse: Fade", também com 6 faixas. O lado Inverse:  Brighten é mais suave, e o Inverse: Fade, mais nervoso e pesado. O álbum foi totalmente produzido, gravado e mixado/masterizado por Ricardo Ponte... VIA
Tags:  , , , ,          

Mind Movies - Aclive EP (2019)...




Aclive é o novo trabalho do Mind Movies. Suas 4 faixas têm como fio condutor o senso de espacialidade sob diferentes perspectivas, entre seus ecos e reverberações, misturados em uma massa saturada. O projeto do Pernambucano Raoni Santos transita entre a pulsação do IDM às camadas do shoegaze...
Tags:  , , , ,          

segunda-feira, 18 de março de 2019

Thiago Pethit - Mal dos Trópicos (Queda e Ascensão de Orfeu da Consolação) (2019)...




Thiago Pethit pede cinco minutos a mais para o começo da entrevista. Precisava terminar de passar um cafézinho, ele explica. Sete minutos depois, reaparece: "Pronto, querido. Cigarro aceso, café na xícara", escreve, por mensagem.O artista vive uma fase de dar tempo às coisas.A cada um dos goles de café quente, feito na hora, e baforadas no cigarro, fundas a ponto de serem ouvidas do outro lado da ligação telefônica.Pethit, agora, é outro. Ou melhor, tinge-se como um novo personagem, uma espécie de orfeu trágico, vindo do inferno para morrer por mais um amor perdido na mais nova narrativa criada pelo artista, também ator, roteirista, outras mil coisas, no quarto disco dele, chamado Mal dos Trópicos (Queda e Ascensão de Orfeu da Consolação), lançado nesta sexta-feira, 15.Um artista/performer intenso, Pethit caminha de certa forma entre o real-Pethit e o personagem-Pethit. São duas identidades que se misturam, a cada disco. No fundo, a criação dele parece nascer diante do espelho. Pethit se vê refletido, ali, e e cria a partir daquele sujeito enxergava a sua frente. Desde Berlim, Texas, o primeiro álbum, de 2010, a Rock'N'Roll Sugar Darling, seu último disco antes do recesso, de 2014. E, claro, com o retorno com Mal dos Trópicos... VIA
Tags:  , , , , ,          

Nosso Querido Figueiredo - Os Melhores Anos das Nossas Vidas (2019)...



Download: Os Melhores Anos das Nossas Vidas (2019).zip (ou vá no bandcamp acima)

O Nosso Querido Figueiredo é o projeto de Matheus Borges, que tem entre tantas qualidades uma habilidade singular com as palavras. Abaixo, um exemplo. Está transcrito na íntegra o bom texto de apresentação que Borges fez sobre a obra:“‘Os Melhores Anos Das Nossas Vidas’ é meu álbum número 40 e poucos, eu não sei dizer precisamente e peço desculpas por isso. Talvez seja o 50. É também o primeiro desde o aniversário de uma década do projeto Nosso Querido Figueiredo, que começou em 2008 quando eu tinha quinze anos, um violão de quatro cordas, muito ódio no peito e uns poemas horríveis.A respeito desse álbum, é preciso dizer que: pensei nele enquanto bebia cachaça e via televisão no domingo do segundo turno das eleições (pra presidente, em 2018), pensei também que a noite seria longa e se estenderia ao longo da semana seguinte – talvez mais além. Não a noite em si, não o domingo, mas os miasmas daquele dia específico, a sensação de impotência e desgosto...
Tags:  , , , , , , ,          

domingo, 17 de março de 2019

Djonga - Ladrão (2019)...




O mineiro Djonga, um dos mais influentes nomes na nova cena do rap nacional, conquistou uma gradativa base de fãs ao longo dos últimos anos. Em 2017, o rapper lançou Heresia, e logo no ano seguinte nos presenteou com O Menino Que Queria Ser Deus.Hoje, Djonga liberou no YouTube as canções de seu terceiro álbum de estúdio, intitulado Ladrão. Assim como os dois álbuns anteriores, o disco foi lançado no dia 13 de Março. Em entrevista à Rolling Stone Brasil, o rapper conta que não foi planejado: “aconteceu”. Na virada do ano, ele percebeu que o álbum já estava próximo de estar pronto, e aproveitou a data “de sorte” para lançar o novo material.... VIA
Tags:  , ,          

sábado, 16 de março de 2019

Monophobia - Gloom (2018)...



Download: Gloom (2018).zip (ou vá no bandcamp acima)

Monophobia é uma dupla formada por alguém cujo nome artístico é .jpg. A página do bandcamp não traz nenhuma info sobre localização, data de formação etc, mas dá para conferir o depressivo som através do álbum apropriadamente chamado Gloom... VIA
Tags:  , , , , , ,          

sexta-feira, 15 de março de 2019

Desgraça - Good Times (2019)...




Download: Good Times (2019).zip (Ou vá no bandcamp acima)

"Good Times" é um disco conceitual de slow jams da banda Desgraça. O álbum se passa num programa nostálgico de rádio em 2040. O programa, inspirado no finado "Good Times" da BH FM, é apresentado por Jair Naves e funciona apenas com pedidos de músicas antigas enviados por voice-mail. Cada canção é uma mistura do estilo lo-fi punk rasgado da Desgraça com estilos antigos como soul, easy listening, baladas, etc. Um disco bem mais lento, diferente dos anteriores da banda...
Tags:  , , , , , , , ,          

M.Takara - reminiscências (2019)...




Todas as músicas feitas e tocadas ao vivo por Mauricio Takara na bateria, voz, sintetizador e efeitos. Sem overdubs. Gravado por Cacá Amaral em dezembro de 2018. Mixado por Mauricio Takara no mesmo mês. Masterizado por Leandro Archela no Formigaz Garden em janeiro de 2019...
Tags:  , , , , , ,