domingo, 8 de abril de 2018

Presságio - novo sítio (2018)...




Transição de lugares, físicos ou não. Transição de si. Papéis a cumprir, ou ainda a não obrigação de cumprir papel algum. Sem roteiro. Tampouco prazos. Tudo em seu tempo? Não. Tempo de tudo. Tudo o que pudermos ser. Sem pular os degraus de dois em dois, sem lamber o dedo e apressadamente passar as páginas. Com a grafia entortando a caneta e a gramática falha. Ora desamarrados sem pontuação, ora, com, vírgulas, demais. Entrelinhas para o perdão. Perdoar os demais para não afogar-se em mágoas. Perdoar-se a si próprio para poder seguir. Alta dose de preocupação nos leva a esquecer de que tristeza e alegria são indissociáveis e que um é tão sentimento quanto o outro. Vivamos nossas alegrias e tristezas. São nossas. De mais ninguém. A nossa vida é a nossa história e, se dela nada levaremos, pois que aqui deixemos um pouco. Sem tempo para conclusão ou despedidas. Tropeçando, nos perdendo e nos encontrando até o incerto ponto final.


Tags:  , ,          

Um comentário:

  1. descobri hoje o som desses malandros. são de Recife, né? difícil achar infos deles na web

    ResponderExcluir