sábado, 1 de agosto de 2015

André L R Mendes - Arquipélago (2015)...





Quem vê o  rapaz baixinho, parrudo e tatuado passando na rua nem imagina que ali vai um dos compositores mais prolíficos da música baiana. Desde 2011, o cantor e guitarrista André LR Mendes tem se dedicado a lançar um álbum por ano, sempre no dia 15 de julho, data do seu aniversário. O deste ano se chama Arquipélago e – assim como os quatro anteriores – está disponível para download em seu site. Juntos, os cinco álbuns somam mais de 60 canções inéditas, gravadas em estética  espartana: voz, violão (ou guitarra), alguma percussão ou efeito eletrônico sutil embalando letras e melodias suaves, plenas de artigo cada vez mais raro –  especialmente na música baiana: delicadeza. Se nos três primeiros (Bem-Vindo à Navegação, Enfim Terra Firme e Amor Atlântico), ele ainda lançava mão do serviço de produtores (andré t. no primeiro, Jorge Solovera nos outros dois), nos dois últimos (Surfbudismo e Arquipélago) ele passou a se autoproduzir através do aplicativo Garage Band, do iPad... Leia Mais 
Tags:  , , , ,          

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Hominis Canidae #62 - Julho (2015)...




sessenta e duas coletâneas e contando! Desta vez, representando o mês de Julho de 2015 no blog. Ou seja, passamos da metade do mês e cada vez mais artistas estão soltando seus trabalhos na web. Entre os sons deste ano que entraram na mixtape, o peso paraibano da Augustine Azul, a experimentação do pernambucano Toca Ogan, o rap do paulistano Mano Chel, o pop curitibano da Banda Gentileza, entre outros barulhos bons (Sacai o Setlist). A faixa inédita que fecha esta coleta veio da Parahyba! Trata-se do novo single do músico carioca Gabriel Araújo. "Saturno Canta" tem um instrumental delicado e bem feito e uma bela vocalização feminina feita pela irmã do Gabriel, recitando o mantra que é a letra, saca ai... 

A linda arte desta mix foi feita pelo artista e designer pernambucano Heitor Dutra. O camarada explicou a ideia do traço, saca ai: "A intenção foi fazer algo "alegrinho" mas não saltitante, algo mais sereno, como a alegria pacífica que dá o contato com a natureza. Para acender, o rosa choque elétrico. Meio infantil, meio sensual.  Uma mata elétrica e provocativa com sorriso de canto de boca e ao mesmo tempo serena. Muita coisa, né? Mas é simples, é só olhar, quando a gente tenta explicar que complica tudo.  Queria que parecesse uma capa de disco de verdade, que lembrasse o objeto "capa". Coloquei esse 'adesivo' redondo no topo pra evocar esse produto tão querido, que tantos amam ter em mãos, que é a capa do disco. Adoraria ter feito a contracapa e o encarte também! Quem sabe da próxima vez". Realmente, é uma das nossas artes que mais parecem capa de um bom disco, né? Para conhecer mais os trampos do artista, aconselhamos fortemente clicarem NESTE LINK!

Agora o copia e cola! Esta coletânea não deve ser vendida, apenas disponibilizada livremente na internet (mande pros seus amigos e inimigos), nossa intenção aqui é divulgar um pouco do que rolou no mês de Julho para quem acompanha o blog e pode ter perdido alguma coisa, além de divulgar mais a música nacional. Anime suas idas para o trabalho/faculdade/escola no busão ou seus passeios de bicicleta/ skate por ai com boa música! No mês que vem continuamos a brincadeira, que não sabemos onde vai parar...

Continue Indo aos shows, comprando discos e apoiando as bandas!
Tags:  , , , , , , , , , , ,          

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Jewish Mandiolo - Gustavinho Debaixo D'água (2015)...




Criada inicialmente como duo entre os amigos de Campos dos Goytacazes, Bernardo Arenari e Danilo Nagib, a Jewish Mandiolo nasceu como banda oficialmente em 2011, com duas músicas gravadas de forma caseira e lançadas de forma despretensiosa no Soundclound. Com os integrantes atarefados, a banda ficou relegada a projeto paralelo, entrando num hiato que só foi interrompido em 2014, quando se iniciou uma parceria com Luiz Bento. O projeto ganhou uma maior amplitude tendo, a partir desse momento, a inserção de letras em português e um vocalista a mais. Ainda em 2014 a banda começou a compor material novo entre ensaios e pequenos shows. A ideia de lançar um EP nasce nesse período e se intensifica no começo de 2015. No inicio do mês de maio, já contando com David Dinucci e Denisson Caminha, o quinteto, sob produção de Vitor Brauer, da Lupe de Lupe, grava no Home Studio do próprio produtor seu EP de estreia, intitulado Gustavinho Debaixo D’água...
Tags:  , , , ,          

Otën - Um (2015)



Download: Um.zip

Otën é um projeto de música folk.
Tags:  , , ,          

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Cypress Hill - Ao Vivo - Lollapalooza Argentina (2015)




Cypress Hill é um grupo de hip-hop latino formado em South Gate, região metropolitana de Los Angeles, Califórnia. Era originalmente chamado de DVX, mas o nome foi mudado após a saída de Mellow Man Ace em 1988. Foi também o primeiro grupo de hip hop latino a obter disco de platina. O disco de maior sucesso foi "Los grandes exitos en espanhol", os grandes sucessos cantados em espanhol. Eles venderam aproximadamente 18 milhões de álbuns no mundo todo e são mais conhecidos pelos três primeiros álbuns.
Tags:  , , ,          

terça-feira, 28 de julho de 2015

Matschulat - Desordem EP (2015)...




As experimentações sonoras e sensoriais de Matschulat, projeto solo do paulistano Adam Matschulat (Godasadog), ganhou mais um registro. O produtor e compositor lançou o seu segundo EP, intitulado Desordem. Gravado e produzido em Berlim, o novo trabalho traz quatro faixas (Conjuntura I, II, III e IV), com sonoridades inquietas e dramáticas, que representam a (per)sonificação de registros do diário do músico e, também, engenheiro de mixagem e de masterização. “Agrupei trechos que faziam menção à falta de foco, à sensação de estar incapaz de se concentrar, à sensação de desequilíbrio, e criei uma narrativa inspirada pela releitura desses registros, em devaneios sobre a natureza desses estados mentais em si”, explica Matschulat... VIA
Tags:  , , , ,          

Folium of Descartes - Fuse (2015)



Download: Fuse.zip

Projeto musical feito por Marcel Vieira.
Tags:  , , , ,          

segunda-feira, 27 de julho de 2015

TESTEMOLDE - Hidroxila (2015)...




Hidroxila (ou oxidrila) é um termo em química pra identificar a união de um átomo de hidrogênio e um de oxigênio. É representado pelo radical OH-. São as hidroxilas que determinam o potencial hidrogeniônico (pH) de uma solução: quanto maior sua concentração, mais básica é a solução; quanto menor, mais ácida ela é. É bastante presente no nosso dia a dia. Álcoois, por exemplo, contém hidroxila. Depois de lançar um disco altamente ácido e pesado (homônimo, 2014), que acabou nas listas de melhores do ano, o trio paulistano Testemolde, formado por Azeite De Leos (guitarra), David Menezes (baixo) e Guilherme Garcia (bateria) oferece “Hidroxila”, um EP de três músicas gravadas ao vivo, graças ao projeto Converse Rubber Tracks, que vem gerando ótimos filhotes e oportunidades ímpares pras bandas subterrâneas. Totalmente instrumental, “Hidroxila” é mais básico que o anterior. É franco e direto – com exceção de “Testemolde”, a faixa final, com mais passagens. É curto e grosso. É rápido e incisivo... Leia Mais
Tags:  , , , , ,          

Ímpeto - Ímpeto (2014)



Download: Ímpeto.zip

"O Ímpeto começou em 1997, ensaiou algumas vezes com o excêntrico nome de Screams in Silence, parou uns meses e retomou com a mesma formação, mas com o nome atual, em 1998."
Tags:  , ,          

domingo, 26 de julho de 2015

Vini D`Ávilla - Céu Arranhado Cor de Chão (2015)...





Vini D`avilla já tem história para contar. Começou na  música em Natal participando de várias bandas locais, foi morar no Rio de Janeiro para tentar a sorte na carreira, mudou-se para São Paulo, formou o Vinda e agora lança seu primeiro trabalho solo, o EP  ”Céu Arranhado Cor de Chão”. Trampo que alimenta ainda a verve de ótimo compositor do artista e também o consagra como um ótimo intérprete. Vini nunca renegou a música pop, a busca por um hit, por aquela canção que emocione estão impressos no trabalho... VIA
Tags:  , , , ,          

sábado, 25 de julho de 2015

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Mano Chel - Mixtape Lokoemotiva (2015)...





Lokoemotiva é a primeira mixtape do emcee, compositor e militante do Hip Hop batizado com o nome Michel Da Conceição mas artisticamente conhecido como Mano Chel, esse registro se trata de uma coleção de musicas onde Chel coletou beats de quatro beatmakers diferentes durante dois anos para compor em cima suas letras e performances. O conceito e criação da palavra Lokoemotiva foi construído através da mistura de outras três palavras sendo elas loucura, emoção e motivação, porem também é uma metáfora a palavra locomotiva que é o principal vagão de um trem e serve para puxar os outros vagões para frente. Essa mixtape é composta por 8 faixas sendo elas uma introdução, um interlúdios e seis musicas que juntas representam um trem de oito vagões, onde a primeira faixa é a locomotiva e as outras o comboio totalmente entre ligado entre si, com o objetivo de transportar cultura sobre sua trilha sonora... Leia Mais 
Tags:  , ,          

The Cigarettes - The Waste Land (2015)




"esse disco é dedicado à memória de rimbaud (2005-2015), bobôzão, o sharpei que viveu comigo quase dez anos.em outra nota pessoal, esse disco rende tributo a Gustavo Seabra (PELVs), músico brilhante e grande compositor, fonte constante de incentivo e inspiração".
Tags:  , , , ,          

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Vaso - Vaso (2015)


Download: Vaso.zip

"Junte Cadu Tenório (Sobre A Máquina), Alexander Zhemchuzhnikov, Felipe Zenícola (Chinese Cookie Poets) e Paulo Dantas e você tem Vaso, um quarteto de improvisação livre, que comete aprazíveis peças de jazz ruidosos. No lançamento desse dia 16 de julho de 2015, via o imprescindível selo carioca QTV, o quarteto lançou seu único rebento ao mundo, homônimo e perturbador.", continue lendo no Floga-se.
Tags:  , , , , ,          

Venus Volts - Keep me Posted EP (2015)...




A VENUS VOLTS está de volta! A banda disponibiliza seu novo trabalho intitulado "Keep me Posted". Inicialmente projetado para ser um álbum cheio, a one-man-band decidiu dividir o disco em dois EPs. O segundo EP será lançado no final do ano. Com referência à enorme quantidade de informações que precisamos guardar em nosso dia a dia, dentre outras concepções, a capa do EP traz uma imagem, no mínimo, perturbadora, com milhares de post-it, cheios de anotações, espalhados por uma sala. A imagem foi extraída do curta independente intitulado "Desmemórias do Sr.D". O EP contou com a participação de Emerson Martins, da Bamba Music, fazendo o solo de guitarra da faixa 1, e o baixo das faixas 3 e 6, e foi mixado por Filipe C., da Mono.Tune. O novo trabalho da VENUS VOLTS traz a banda com todo o vigor de seus trabalhos precedentes, mas adicionando novas influências que vão desde Beatles, passando pelo rock oitentista, chegando até o post-rock...
Tags:  , , , ,          

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Sepultura - Ao Vivo no Circo Voador (1987)...




Show gravado por alguém na platéia do Circo Voador no ano de 1987, durante o show do Sepultura. O setlist do show foi dominado pelo "Schizophrenia", se não estou enganado segundo disco cheio do grupo e o primeiro com o Andreas Kisser. Como eu falei, o áudio é ao vivo, no meio da platéia e de quase 30 anos atrás, mas com fones rola de ouvir toda barulheira feita pelo grupo... 
Tags:  , , ,          

terça-feira, 21 de julho de 2015

Passo Torto e Ná Ozzetti - Thiago França (2015)...




Passo Torto e Ná Ozzetti é cinema. É música e palavra em curto-circuito, desencadeando a imaginação do ouvinte: imagem e ação, imagem em movimento... é cinema, na sua sugestão de ambientes e espaços, planos e enquadramentos, de climas e texturas quase palpáveis... aquele cinema do cinema novo, da nouvelle vague e do cinema marginal... por vezes aquele ar de um radical desenho animado para adultos ou de uma antiga e agridoce comédia italiana... é também um cinema de guerrilha, feito com enorme economia de recursos e abundância de ideias... música pode ser tudo isto. Passo Torto e Ná Ozzetti é canção. Mas não exatamente a canção do samba-canção, a canção com refrão, a canção de amor e dor-de-cotovelo... canções que contam pequenas estórias, mas estórias sem grandes heróis nem moral da estória... estórias nem sempre lineares, estórias tortas cantadas em poesia, mas conduzidas também pela montagem inusitada dos arranjos, pelos cortes bruscos e secos, pelo contraste entre timbres saturados e cristalinos, pela alternância entre a estática do ruído e do quase-silêncio e a vertigem das intricadas texturas polifônicas... tudo isto pode ser canção. Mas, não... não é só isso... Passo Torto e Ná Ozzetti fazem cinema-canção... sim, cinema-canção. É um cinema-canção com locações em São Paulo. Mas não estamos propriamente na São Paulo dos personagens de Adoniran e de Vanzolini... não uma São Paulo explícita nos nomes de ruas e bairros... mas uma São Paulo arrancada do juízo de cada uma das cinco cabeças que se encontram nesse disco... é a São Paulo da urgência e da densidade, do sexo e da falta de sexo, da morte e do carnaval... mas é, antes de tudo, a São Paulo transfigurada em um estado mental. Passo Torto e Ná Ozzetti é vanguarda mas também é tradição. Passo Torto sempre soou como banda coesa e não como um mero aglomerado de trabalhos individuais, e a presença-parceria de Ná Ozzetti felizmente se dá com grande naturalidade... é raro uma artista se manter na vanguarda durante toda sua vida (afinal a vanguarda é o pelotão de frente de um exército, reservado aos mais jovens, ainda enérgicos e entusiasmados), e também são raros os encontros entre duas gerações de artistas que resultem em frutos tão maduros e homogêneos... pois aqui Ná Ozzetti alcança essas duas virtudes com muita leveza... e assim presenciamos algo digno de nota: a vanguarda nascendo de novo e se transformando em tradição que alimentará futuras vanguardas e outras tantas tradições. E por que “Thiago França”? como diriam aqueles ilustres baianos-paulistanos, Tom Zé e Vicente Barreto (vanguardistas à sua maneira e tão atentos à música dos mais jovens quanto a própria Ná): “Hein?” “Thiago França” é o Passo Torto e Ná Ozzetti mantendo a tradição de confundir para esclarecer...
Tags:  , , , , , , , , ,          

Lindberg Hotel - Cotton Chains (2015)...




Melodias pop dos anos 60 e guitarras cheias de feedback e texturas dos 90 formam a base do som do Lindberg Hotel. O projeto de um homem só, no caso o guitarrista e compositor Claudio Romanichen, já lançou dois álbuns, ambos em 2014, sendo que o segundo figurou em algumas listas de melhores lançamentos independentes do ano. Nas raras apresentações ao vivo, Claudio tem contado tanto com a ajuda do guitarrista Eduardo Ambrosio e utilizado programações, mas tem planos de tocar com uma banda completa. Após participar de algumas coletâneas, o Lindberg Hotel agora lança seu novo ep, “Cotton Chains”, o primeiro lançamento da Som e Fúria Records, e no momento está preparando as composições de seu terceiro álbum... 
Tags:  , , , , ,          

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Anti-Corpos - Contra Ataque (2014)



Download: Anti Corpos.zip

"Anti-Corpos é uma banda lésbica feminista de hardcore. members: Rebeca Domiciano: voz, Adriessa Oliveira: guitarra, Helena Krausz: bateria, Pomba, baixo.".
Tags:  , ,          

Banda Gentileza - Nem Vamos Tocar Nesse Assunto (2015)




"Da autossabotagem à sensatez, Nem Vamos Tocar Nesse Assunto, segundo álbum da Banda Gentileza, não só toca como afunda o dedo em feridas abertas e lugares-comuns.Seis anos desde o disco de estreia, e após sofrer algumas mudanças de formação, o agora quarteto rearranjou a proposta sonora, mas manteve a estranheza pop. Com duas guitarras, baixo, bateria e alguns tecladinhos incidentais, o grupo voltou a atenção para músicas mais diretas e passou a dar bola para coros, presentes em praticamente todas faixas do novo trabalho. É, sem dúvida, uma obra para cantar junto".
Tags:  , , , ,