quarta-feira, 29 de março de 2017

Dom La Nena - Soyo (2015)



Download: Soyo.zip

"A gaúcha Dom La Nena - Dominique Pinto - começou os seus estudos musicais ainda muito pequena, praticando violoncelo e piano enquanto se dividia entre sua cidade natal (Porto Alegre) e Paris, onde seu pai cursava doutorado. Desde cedo, La Nena aprendeu a viver em meio a estrada, indo de um lugar para o outro e absorvendo novas experiências, que mais tarde iriam ser refletidas em sua música. Conforme aprofundou seus estudos, a artista partiu em uma viagem à Buenos Aires para ter aulas com a americana Christine Walevska, aclamada como a “Deusa do Violoncelo”. Em seu novo projeto, “Soyo”, La Nena contou com a produção conjunta de Marcelo Camelo, ex-Los Hermanos, que ajudou a dar luz às suas canções e criar um álbum mais maduro. Dividindo os instrumentos com Camelo, a artista gravou as 11 faixas em Lisboa, Paris e Cidade do México. Assim como Dominique, o álbum viajou pelo mundo em busca de influências e aperfeiçoamento. Mixado em São Paulo e masterizado em Miami, o novo trabalho trouxe músicas em português, espanhol, francês e inglês. As canções “Llegare”, “Vivo Na Mare”, “Carnaval”, “Juste Une Chanson” e “La Nena Soy yo” trazem o melhor da voz inconfundível de La Nena e sua incrível habilidade como musicista".
Tags:  , , ,          

Flávio XL & Dudu Foxx - Epístolas Urbanas (2017)...




A metrópole narrada por Flávio XL e ritmada por Dudu Foxx em “Epístolas Urbanas”, disco com oito faixas, vai além do rap e apresenta as andanças e visões do MC. Flávio é mais um rapper que desenvolve suas rimas simples, sem muitas citações literárias e abstração forçada num solo que não é nada gentil para os jovens negros, onde o processo de naturalização das mortes dos que têm pele escura. Por me deixar respirar, por me deixar resistir Segundo a Anistia Internacional, aumentaram o número de homicídios causados por policiais no Brasil. E é nesse contexto que Flávio XL fala de resistência com sua poesia ácida, mas cheia de esperança. “Diamantes só se formam na pressão”, diz o MC na música “Diamantes”... VIA
Tags:  , , ,          

terça-feira, 28 de março de 2017

Céu de Vênus – Instrospectro (2017)...




A Céu de Vênus é uma banda instrumental de Curitiba (PR) que visa proporcionar através de suas músicas sensações ímpares a seus ouvintes. Criando paisagens sonoras que passeiam entre a calmaria de timbres cristalinos e o caos ofuscado por delays e reverbs, busca despertar e aflorar sentimentos e reflexões aos ouvidos mais aguçados. Com a formação clássica de duas guitarras, baixo e bateria, as harmonias e melodias são construídas com a cor característica do post-rock, agregando (aos ouvidos e quadris) elementos do math rock, isso sem deixar de apresentar ligeiros flertes com grooves e ritmos brasileiros.... VIA
Tags:  , , , ,          

Erudite Stoner - Erudite Stoner (2017)




"Erudite Stoner é um projeto acústico encabeçado por uma única pessoa e influenciado por post-rock, shoegaze, doom e guitarra clássica".
Tags:  , , ,          

segunda-feira, 27 de março de 2017

Bruno Souto - Forte (2016)



Download: Forte.zip

"Nos últimos anos Bruno Souto se dedicou a divulgar e preparar o sucessor de seu disco solo de estreia. Forte, como o autor batizou o novo trabalho, é um disco que trata em suas letras de separações e recomeços, um olhar para dentro, e esteticamente trilha caminhos mais diretos e “radiofônicos” que seu antecessor, com uma abordagem um pouco mais dançante e pop. “Desconserto” e “Amor Demais” são faixas que acenam com letras boas e acessíveis embaladas em grooves de aderência imediata. Mais sensual e romântica, “Madrugada”, cantada em um inédito falsete, também guarda parentesco com o universo pop adulto. “Tive até coragem de colocar um sax”, brinca o compositor. Essa “cara-de-pau” se repete em “Faz Parte do Amor”, momento mais comercial do disco, com acenos para o AOR setentista e até para o Djavan dos anos 80. Em “Deixa” e na faixa-título, o groove e a sensualidade se apresentam mais evidentes e encorpados, saltando em graves mais funkeados. Já “O Que Resta” tem densidade semelhante, mas é tratada com um andamento mais cadenciado, quase roqueiro. Há espaço ainda para a delicadeza em “Repare” (que conta com a sanfona de Marcelo Jeneci), e também na etérea “Muito Além de Nós” (com participação de Régis Damasceno, do Cidadão Instigado), a única canção sem vocação para adesão imediata (mas que conquista seu destaque em poucas audições). Como evidenciam os títulos, “Forte” tem uma temática íntima, que trata tanto de separação como de esperança em recomeço(s). Liricamente, é um passo mais firme no caminho que Bruno sempre trilhou. Tudo conspirando a favor do ouvinte. “É um disco mais pop, limpo e direto que o `Estado de Nuvem`”, define seu autor".
Tags:  , , , ,          

Camarones Orquestra Guitarrística - Feeexta (2017)...




Um dos grupos independentes mais ativos do Brasil, o quarteto instrumental potiguar Camarones Orquestra Guitarrística, formado por Ana Morena (Baixo), Anderson Foca (Guitarra e Synths), Yves Fernandes (Bateria) e Alexandre Capilé (Guitarra), liberou nesta sexta-feira (3) o streaming do álbum “Feeexta”. Com participações especiais de Rick Mastria (Dead Fish), David Datcho (Los Tormentos) e Arnauld Merckling (Dot Legacy), o disco de onze faixas será lançado no final de março pela gravadora paulista Hearts Bleed Blue (HBB) em parceria com o selo de Natal, DoSol.... VIA
Tags:  , , , ,          

domingo, 26 de março de 2017

Rios Voadores - Rios Voadores (2016)...




Cursos de água que pairam e se movimentam pelos ares, os rios voadores são um fenômeno natural conhecido por irrigar bacias hidrográficas de todo o mundo. É um acontecimento invisível, mas vital. Justamente por essa capacidade anônima de movimentar-se e gerar novas conexões essenciais ao bem-estar mundano, o termo serviu de descrição perfeita a banda brasiliense homônima que, desde 2014, tem chamado atenção de público e crítica de todo o país. Agora, a formação musical de Beto Ramos (contrabaixo), Gaivota Naves (vocais), Hélio Miranda (bateria e vocais), Marcelo Moura (guitarra, violão e vocais) e Tarso Jones (teclado, violão e vocais) lança o primeiro e aguardado disco. Autoral, enérgica e com potencial para trazer de volta à cidade o título de capital nacional do rock, a Rios Voadores levou dois anos no processo de gravação do álbum de estreia, carregado de dedicação e histórias. O tempo que, para alguns pode ser tido como demora, eles enxergam como empenho. Com a visibilidade que alcançaram em 2014, principalmente a partir da apresentação no Festival Porão do Rock daquele ano, os meninos psicodélicos surfaram em ondas gaúchas. Foi em Porto Alegre que gravaram o debute no formato tradicional, com os irmãos Gustavo Dreher e Thomas Dreher, parceiros de outros artistas da boa safra do rock brasileiro, como as bandas Júpiter Maçã, Bidê ou Balde e Graforréia Xilarmônica.... VIA
Tags:  , , , ,          

sábado, 25 de março de 2017

Ktarse - Inflamando a Insurgência (2017)




"Uma guerra se instala enquanto (há muito) o capital se impõe, causando um ambiente degradado onde as pessoas estão cada vez menos capazes de se insurgir contra a classe dominante, sempre intocável, sempre distante de qualquer mudança. Policiais massacrando, limpeza étnicas nas periferias, famílias sendo dizimadas. O Ktarse sabe da queda deste tipo de humanidade – políticos, indústrias, culturas antigas. Há o frenesi constante de que tudo vai, inevitavelmente, cair e se estilhaçar, sobrando apenas projeções de esperanças em cada pedaço", continue lendo no Floga-se.
Tags:  , ,          

sexta-feira, 24 de março de 2017

Tiago Frugoli - A Fita de Batidas (2014)...




Por volta de 1990, meu pai me ensinou a gravar músicas do rádio e de discos em fitas cassette, usando um gravador da Technics. Lembro-me de aprender a achar o timing certo usando o botão do pause e a acompanhar o meter de volume para ter altura suficiente, mas sem distorcer – ainda que não tivesse consciência disso. Entre julho de 2010 e junho de 2011, resolvi conhecer a fundo a coleção dos meus pais de LP’s de música brasileira, me apropriando de trechos de todas as faixas que podia nas minhas próprias recriações. Em julho de 2011, lancei a melhor parte dessas faixas em um projeto, com o título “A Fita de Batidas”. Agora, em 2014, remasterizo o projeto e o gravo em 20 fitas cassette (numeradas e assinadas), usando o mesmo Technics no qual aprendi a gravar. Estas 20 fitas estarão disponíveis a partir de hoje para venda, pela Beatz e pela Colex. O download do projeto é livre....
Tags:  , , , ,          

Devilish Dear - These Sunny Days (2017)




"Devilish Dear é Braulio JOrge, Michelle Modesto e Rômulo Collopy".
Tags:  , , , ,          

quinta-feira, 23 de março de 2017

Serge Erege - Scorpio (2017)



Download: Scorpio.zip

"Serge Erege precisa apenas da inaugural Harmony para introduzir o ouvinte ao ambiente temático que se espalha entre as canções de Scorpio (2016, Ganzá / Skol Music). Primeiro registro em estúdio do cantor e produtor piauiense, o trabalho que conta com lançamento pelo selo Ganzá — o mesmo de coletivos como Aldo e The Drone Lovers —, mostra o esforço do artista em visitar o passado de forma autoral, sempre curioso, replicando experiências, conceitos e melodias típicas da década de 1980", continue lendo.
Tags:  , , , ,          

Amaro Freitas - Sangue Negro (2016)...




Rompendo com a toada do lugar comum de tentar traduzir a música popular pelo viés erudito, pianista pernambucano Amaro Freitas propõe em Sangue Negro, seu disco de estreia, uma inversão de diretrizes, orientando o erudito através do popular Para se perpetuar, a tradição acaba, repetidas vezes, por assimilar a modernidade, incorporando elementos contemporâneos ao legado histórico da cultura já produzida. O intento é o de promover uma ruptura com os aspectos obsoletos desta, tornando o tradicional coerente e passível de compreensão para as novas gerações. Isto, porém, nunca foi trabalho fácil, ou mesmo frutífero, não importa a esfera, seja na social ou na artística. Caso icônico é o do desbunde do southern rock nos fins da década de 1960 e início da década de 1970. Um dos mais interessantes fenômenos culturais de sua época, o rock sulista norte-americano surgiu buscando uma interface entre a celebração e o respeito ao tradicional e a assimilação aos avanços progressistas conquistados no âmbito social, lançando fora os ranços do racismo e da homofobia, por exemplo, enquanto que no campo sonoro absorvia, sem preconceito, as inovações musicais vigorosas propostas à época. Nascia então, uma novíssima e exclamativa geração, orgulhosa de sua própria história, mas que mantinha-se crítica quanto aos aspectos vis desta. Uma geração que cultuava o que de glorioso havia em seu passado, enquanto buscava limar seus contornos infames... VIA
Tags:  , , , , ,          

quarta-feira, 22 de março de 2017

Alternadores - Wanderlust (2017)...




Após dois anos do lançamento do EP Malverde, o trio paraibano de rock eletrônico Alternadores lança o EP Wanderlust , seu terceiro trabalho, formando assim uma trilogia que começou com o EP Beta (2014). Com 4 faixas, o novo EP do grupo foi produzido e executado inteiramente pela própria banda. Desde do EP Malverde, o grupo, formado por Carlos Eduardo Batista (Bidu), Igor Gadelha (Pepeu Guzman) e Gustavo Pozzobon, se encontra dividido entre João Pessoa e Brasília. Os três são músicos que também são produtores, nos quais se revezam entre instrumentos orgânicos, samples, beats e sintetizadores, proporcionando uma grande viagem ao mundo da música eletrônica, repleta de boas referências. “Cada música em Wanderlust teve um processo distinto, algumas ideias estavam mais consolidadas desde sua origem, outras foram tomando forma só durante a execução da produção, passando por vários estágios bem distintos (o que pode ser interessante para exploração posterior, quem sabe lançar versões alternativas). Foi o material que demoramos mais tempo para fechar, a expectativa era termos lançado no ano passado, mas acho demoramos mais por termos mais esmero na realização das etapas”, diz Carlos Eduardo (Bidu), por e-mail. O disco foi inteiramente gravado nos estúdios caseiros dos integrantes da banda. Sendo mixado e masterizado por Igor Gadelha (Pepeu Guzman) da Mardito Discos. Já a arte da capa do trabalho foi idealizado e realizado pelo designer Leandro Luna...
Tags:  , , ,          

LOMA - Meia Lua (2016)



Download: Meia Lua.zip

"Há mais de cinco anos seus integrantes criam música juntos. Em 2016 montaram o projeto LOMA e gravaram de forma independente o primeiro EP, "Meia Lua", abrangendo estilos que vão do funk norte-americano ao afrobeat em sete composições originais".
Tags:  , , ,          

terça-feira, 21 de março de 2017

C|E - N|U (2016)



Download: N|U.zip

"Somos C|E, um trio do Brasil/Barcelona. Começamos a banda há 5 meses quando nos mudamos pra Barcelona. juntamos Camaleônica (Brasil) e Éter (Espanha). C|E é o veículo que a gente encontrou para transitar em meio a experimentações sonoras e estéticas, que permitem também o flerte da música popular brasileira, guitarras caóticas e construções rítmicas eletrônicas/orgânicas".
Tags:  , , ,          

Orla Clan - Porradão de 5 XxX Aluados (2016)...




Orla Clan foi criado em 2014, representando Recife – PE no Rap brasileiro, o grupo é formado por 4 Integrantes: Gu$to, Maloca, Marola e Luiz Stek. “Orla Clan”, significa “Orla: nosso pico onde vemos toda á favela, Clan: por conta de ser uma crew, onde cada um representa em um movimento diferente” disse o grupo... VIA
Tags:  , ,          

segunda-feira, 20 de março de 2017

domingo, 19 de março de 2017

Ale Amazônia - Falso Protagonismo (2017)




"Olhos abertos num filme, sonhei entrar de gaiata num navio rumo a China. No meio do caminho tinha um produtor independente que me disse estar voltando de uma turnê com uma de suas bandas, Dirty Fingers. Pasmei, foram 31 cidades da China e na sequencia preparava uma viagem com o duo Little Monster para tocar em várias cidades do Brasil, também de forma independente. Pensei, pelo amor de Dadá, quem diabo é esse cara para quem o mundo não tem limite. Alê Amazônia com certeza é alguém que leva às última consequências o modus vivendi Do it yourself. Entre as cidades, encaixamos Belo Horizonte e pude sentir a energia, o humor, o feeling e o tesão com que ele produz e toca. Passados alguns meses, estava eu encerrando ciclos pelas montanhas de cá, quando recebo links de seu projeto solo, "Falso Protagonismo". Bateu na hora, experimental, sujo, descomplicado e libertário. Lembrei de uma personagem de um filme que gritava: não há nada, nada, que saia do seu coração e vai direto para a sua boca? Em Falso Protagonismo há. Como se estivesse em uma das muitas jams que vivenciei com o Em Dias De Surto, mais uma vez ouvia um som capaz de presentificar uma vitalidade visceral, ácida e sarcástica. Por intensos 42 minutos, estive naquele quarto em Shangai transmutando emoções. Um álbum que de fato não é um produto artístico, como nos adverte, é puro punkjass do coração. Afinal, não há o que muda, não há quem mude, só há mudança”
Tags:  , , , ,          

sábado, 18 de março de 2017

Camiranga - No tempo da escravidão (2016)...




Um tempo repleto de arestas, que não se fecha e não se deixa esquecer. Um tempo rugoso, que entorta as árvores, revolve os rios, deixa marcas pesadas nas pedras calçadas até hoje pisadas por quem padece dessa herança. “No tempo da escravidão” conta histórias que empoderam as sombras de outrora. As canções dão vida a personagens entremeados na teia do sistema escravagista brasileiro, acompanham as estratégias de resistência pelo romance, amizade, luta, fuga, malandragem, coragem, pelo apelo às forças da natureza e do destino. Por meio dessas canções, compostas por Andréa Sechini e Marcus Sacrini, o grupo Camiranga (e convidados) imerge nesse tempo que ainda perdura, e noz traz sambas, jongos, modas, tudo arranjado e executado com um esmero que certamente envolverá aqueles que buscam se emocionar ouvindo boa música....
Tags:  , , , ,          

sexta-feira, 17 de março de 2017

Aláfia - São Paulo Não É Sopa (2017)




"Já existem muitas músicas e discos sobre São Paulo, mas quem andou a fundo por seus mais de 1.522 km² de vielas, becos, ruas e grandes avenidas adquire uma noção estranha do conceito de metrópole", continue lendo.
Tags:  , ,          

Graxa - Canções de Protesto (2016)...




Terceiro disco do pernambucano Ângelo Souza, o Graxa, “Canções de Protesto” segue pela via folk e é excelente...
Tags:  , , , , , ,          

quinta-feira, 16 de março de 2017

MOMO - Voá (2017)



Download: Voá.zip

"Marcelo Frota é um cidadão do mundo. Nascido em Minas Gerais, filho de pai cearense e dono de uma longa trajetória no Rio de Janeiro, o cantor e compositor decidiu aportar em Portugal, fixando residência na região de Alfama, um dos bairros mais tradicionais da capital Lisboa. Dessa mudança vem o recém-lançado Voá (2017, Universal Music), primeiro registro de inéditas do cantor em quatro anos e a busca declarada por um som marcado pelas possibilidades", continue lendo.
Tags:  , , ,          

Philippe Meyohas - A Arte do Retorno (2017)...




Experimentado dentro das formas tradicionais da música clássica, o compositor carioca Philippe Meyohas lança a suíte “A Arte do Retorno”, referência à “Arte da Fuga”, de J. S. Bach.  Nesse novo trabalho, ele tece uma densa narrativa a partir da exploração de diversas formas de minimalismo e suas expressividades particulares. Somando a fortes ecos da música litúrgica judaica, do flamenco e à música contemporânea, Meyohas gera uma obra de sonoridade única.O EP trata as composições em contextos e funções diferentes de forma linear, e exibe uma escrita dentro da linguagem polifônica, por isso a referência à obra clássica...
Tags:  , , , ,          

quarta-feira, 15 de março de 2017

Fabio Emecê - Der na Telha (2017)...





Primeiro EP do ano do Fabio Emecê, assumindo a lógica Lo-Fi de produção, sem glamour, apenas fazendo o rap que lhe cabe. E o que lhe cabe? Rap de adulto com consistência, respeito, compromisso e conteúdo. Vamo que vamo que a porrada é na moleira...
Tags:  , ,          

Sujera & Tristo - Classe Merda (2017)


Download: Classe Merda.zip

"Se 2016 foi um ano triste e cheio de baques-emocionais-causados-pela-morte-de-famosos, 2017 parece empenhado em superar seu antecessor. Mal começou o ano e um dos grupos cuja sonoridade mais me agrada acabou", continue lendo.
Tags:  ,          

terça-feira, 14 de março de 2017

Porreria - Torture Garden (2017)




"Uma abordagem mais densa, ambiental e obscura do nosso lado experimental".
Tags:  , , , ,          

Paquetá - Surfadelic Dreams (2017)...




Surfadelic Dreams é o primeiro EP da Paquetá, banda de Canoas (RS), lançado em janeiro de 2017. É também o resultado do primeiro ano de banda e também da primeira onda. Paquetá é uma banda para dançar de uma forma desengonçada. O som passeia por algo entre o surf e o punk com doses de psicodelia. Neste curto período de vida já foram cerca de 50 apresentações pelo Rio Grande do Sul e uma breve tour por SC, durante janeiro de 2017....
Tags:  , , , , , ,          

segunda-feira, 13 de março de 2017

Congo Congo - Congo Congo (2017)...




A Congo Congo compõe a nova safra do rock psicodélico de BH. Entre experimentações e e leituras musicais, a banda reúne alguns dos nomes mais relevantes da cena indie local: Victor Magalhães, Gustavo Cunha (Iconili), André Travassos (Câmera, Invisível, M O O N S), Yannick Falisse (Teach Me Tiger), Leonardo Marques e Pedro Hamdan (Transmissor). A união desse grupo, que teve os primeiros encontros lá por meados de 2015, resulta em um laboratório criativo repleto de sonoridades e timbres diversos que desde o início faz os olhos de quem vê ao vivo brilharem. Esse encontro notável culmina agora no lançamento do álbum de nome homônimo, "Congo Congo" (La Femme Qui Roule, março 2017). O disco foi gravado ao vivo no estúdio Ilha do Corvo em Belo Horizonte e traz 8 faixas em quase 40 minutos de uma viagem gostosa e bem cool...
Tags:  , , , ,          

The Cigarettes - Dream Baby Dream / 40 Days (2017)




É o The Cigarettes fazendo cover de Suicide e de Slowdive, né. Tem mais o que falar?


Tags:  , , , ,          

domingo, 12 de março de 2017

Joe Silhueta - Ritos do Leito (2017)...




"Ritos do Leito" é o segundo EP da banda brasiliense Joe Silhueta. Gravado, mixado e produzido por Kelton Gomes, Gustavo Halfeld e Guilherme Cobelo nas grutas da Sala Fumarte. O EP se caracteriza por sons que remetem à música brasileira setentista, uma certa psicodelia nordestina aos moldes do movimento udigrúdi. A banda é uma espécie de supergrupo brasiliense, formado por músicos de outras bandas como Rios Voadores, Almirante Shiva, Kelton e outros. anha o compositor em seus shows. Sem abandonar as referências do primeiro trabalho, em Ritos do Leito vislumbra -se um novo caminho estético, mais próximo de nomes como Zé Ramalho e Flaviola. A presença da banda é fundamental sobretudo na faixa título e na tragicômica “Hora Gagá”... VIA
Tags:  , , , ,          

sábado, 11 de março de 2017

Lima Campos - Nascimento Cidadão e Outras Canções (2017)




"Foi em nov/dez de 2015 que eu declarei pro Mano Veggi lá em Macaé ,“tô com estes sambinhas anarquistas aqui dá pra fazer um monte farei 30 até o carnaval”, ele disse “faz 31”. Aí eu até avisei isso pra algumas pessoas e algumas delas ouviram algumas canções. Mas eu não vinguei as 31. Deram cerca de 25 e fragmentos. O carnaval passou e esse troço ficou entalado. Agora chegamos noutro e eu resolvi expor alguma coisa daquele processo".
Tags:  , , ,          

sexta-feira, 10 de março de 2017

Arthuri - Coelho Branco (2017)...




O disco do Coelho Branco são registros de algumas canções gravadas pelo Arthur Ricardo (Arthuri) no final de 2016. São 12 faixas de coisas diárias que por motivo algum, e também alguns motivos, se tornou uma caixinha de música. Todas as músicas foram feitas e gravadas por um cara que, de vez em quando, sou eu. Como quiser, e tá tudo aí, espero que goste....
Tags:  , , , , , ,          

stvz - Pequenas Trágedias EP (2017)




"São 8 faixas em 18 minutos, pra ouvir entre uma marchinha, uma sabatina e outra. Inclui um cover maroto do mestre R Stevie Moore".
Tags:  , , , , ,          

quinta-feira, 9 de março de 2017

Bemônio - Vão (2017)



Download: Vão.zip

falso-vácuo: vão. repetições. nuvem de poeira-ressonâncias. pairam sobre a boracha viscosa. lama de cimento quente. engatam cartões de memórias. aderem à velocidade. colapso de todo pensamento junkie de revirar gavetas. subida ao céu. simão do deserto. dinheiro na bolsa de valores. vão.
Tags:  , ,          

Bella - Facies (2016)...





Facies é um cluster nebuloso na face do arco. Associa-se a ele: cegueira, morte violenta, doença, acidentes, quebra dos membros; liderança, guerra, frieza, distanciamento, perfeccionismo; terremotos; energia pura e combativa; aventura, assunção de riscos, glamour; cumprimento através de obras de caridade....
Tags:  , , ,          

quarta-feira, 8 de março de 2017

Marcela Lucatelli - *Gestus Kanto​-​GlyTkH* (2013)...






Por Marcela Lucatelli: A ideia de um começo da composição do álbum é quase impossível de ser concebida por mim, porque esse disco carrega no seu processo de feitura uma relação inevitável com o fluxo dos acontecimentos da vida, em como tudo se deu e hoje ressoa. Há tempos eu queria gravar um trabalho novo depois do dispositivo-álbum cantoclástico Gestus Kanto-Glytkh. O Gestus eu fiz na época das manifestações de 2013, usando voz, viola repentista e samples, num tempo em que eu tinha intensos intercâmbios estéticos com o Pedro Paulo Rocha. A gente chegou junto na coisa da cantoclastia, um conceito que, paralelamente à sonoridade do Gestus, foi se desdobrando em novas situações e outros materiais. Esses desdobramentos criavam então circunstâncias específicas em que a minha relação com a vocalidade era radicalmente questionada... VIA
Tags:  , , , , , ,          

Salmao - Salmao Demos (2017)



Download: Salmao Demos.zip
Tags:  , ,          

terça-feira, 7 de março de 2017

GR - Frágil (2017)



Download: Frágil.zip
Tags:  , , , ,          

A Espetacular Charanga do França - Chão Molhado da Roça (2017)...




Novo trabalho da Espetacular Charanga do França, projeto criado pelo multifacetado e polivalente saxofonista Thiago França, que reune uma equipe pesada e faz a alegria do carnaval paulistano desde 2012. Afasta o sofá e baile, porque o carnaval é um estado de espirito e pode durar o ano todo...
Tags:  , , , , , , , ,          

segunda-feira, 6 de março de 2017

Mansa - Demo Album (2017)...




Mansa é o primeiro disco de Pedro Mansa, com canções compostas entre 2014 e 2017 gravadas de maneira totalmente independente. São canções tristes e intimistas de uma personalidade vulgar e vulnerável. Pedro Mansa é paulista, tem 26 anos e trabalha também com fotografia e vídeo...
Tags:  , , , , ,          

Alvaro Lancellotti - O tempo faz a gente ter esses encantos (2012)




"Quem não conhece o molejo de Tarde em Itapuã, na voz de Toquinho e Vinícius. Aquele movimento de onda está um pouco presente nos dois discos de Alvaro Lancellotti, Canto de Marajó e O Tempo Faz a Gente Ter esses Encantos. Sempre com o samba em um balanço suave", continue lendo.
Tags:  , , ,          

sábado, 4 de março de 2017

Bordines - Bordines EP (2016)...





Ouça sem saber do que se trata e imagine a cena musical que surgia no Rio Grande do Sul no final dos anos 90 e início dos anos 2000, quando mais do que nunca as influências do rock britânico misturavam-se com o que ficou taxado de “rock gaúcho”. Bordines é composta, literalmente, por uma gurizada. João Carneiro (guitarra e vocal), Eduardo Comerlato (guitarra), Yan Maia (baixo e vocal) e Guilherme Boll (bateria) recém estão ultrapassando a marca dos seus 20 anos de idade.A banda acaba de lançar nas plataformas virtuais seu primeiro EP, contendo quatro faixas. O trabalho tem uma canção produzida por João Augusto Lopes, o Jojô (Wannabe Jalva), e outras três faixas produzidas por Meinel Waldow (Fire Department Club) e Guilherme Schwertner (Fire Department Club, Bidê ou Balde). A masterização do EP é assinada por Bruno Suman.... VIA
Tags:  , , , ,          

quinta-feira, 2 de março de 2017

Cássio Figueiredo - lembrando aspectos mortos (2017)...









A cena de música de ruído/música experimental do Rio de Janeiro talvez tenha parido seus mais bem-sucedidos (se é que se pode utilizar desse termo quando falamos de noise) rebentos nos últimos anos: Cadu Tenório (e suas diversas parcerias); a estética mística de Bella; God Pussy, Chinese Cookie Poets e seus companheiros de QTV. A mais recente e ativa dessas figuras talvez seja Cássio Figueiredo, fluminense de Volta Redonda que encontra sua sonoridade nas gravações de campo e drones.Cássio vêm lançando discos de forma independente desde 2014 — o último deles, ao menos até o momento, foi Presença, lançado no início de 2016 e elaborado com o auxílio do veterano Cadu. O disco marcou uma mudança na perspectiva do artista sobre sua própria música e foi a porta de abertura para que o próximo lançamento de Cássio, Expurgo (2016), trabalhasse com uma maior "musicalidade" (nos sentidos convencionais do termo, por assim dizer) e fosse lançado digitalmente pela Seminal Records. Já em 2017, ele abriu o ano com Trilha prum possível curta, sob a alcunha Batismo, cuja proposta era estar "a serviço de possíveis e futuros projetos audiovisuais". O lançamento, mesmo que composto apenas de três breves demos, explicitou um pouco mais da sonoridade ora atmosférica, ora ruidosa e sempre lentamente construída por Cássio. Esta atinge mais altos patamares, porém, em Lembrando aspectos mortos... VIA
Tags:  , , , , ,          

The Scuba Divers - The Scuba Divers (2017)




"Com uma sonoridade que vai desde o post-punk ultra-romântico da cena inglesa dos anos 80 até a fúria dissonante da Seattle dos anos 90, o primeiro álbum da The Scuba Divers é uma colagem de barulho e de poesia. As letras abordam temas que variam de paisagens oníricas e obras de ficção a estados de confusão mental, amor e angústia. Segundo os integrantes da banda, "cada música teve um cuidado individual na produção e na composição, para que reflita exatamente o universo segundo o qual foi composta". Completam: "durante todo o processo, atentamos aos mínimos detalhes para que fizéssemos um trabalho que nos orgulhasse. E definitivamente foi isso que conseguimos"."
Tags:  , , , ,          

quarta-feira, 1 de março de 2017

Lobos de Calla - Às Vezes Eles Voltam (2017)



"“Às Vezes Eles Voltam” é um disco bem eclético, que viaja fundo nas raízes da banda e as influências musicais de seus integrantes. A cada faixa se pode ouvir referências a estilos e movimentos musicais diversos, como o rock nacional dos anos 90, a explosão do rock britânico dos anos 60, o punk rock dos anos 80, elementos de rock progressivo, MPB, e até mesmo heavy metal. Toda essa mistura é colocada no disco de forma que os integrantes formam os elos que darão unidade a esse trabalho que busca romper qualquer tipo de barreira imposta a um direcionamento de disco com um som predeterminado.O título do disco, assim como o nome da banda, é referência a uma obra do autor norte-americano Stephen King, e brinca com o fato de que a banda está de volta à ativa após um hiato de três anos".



Tags:  , , , ,          

Walter & Reys - CRENTE (2017)...




Novo trabalho dos cancioneiros populares Walter & Reys. Chora viola...
Tags:  , , , , , , ,