segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Coletânea Hominis Canidae - #HitsBr (2012)...


Download: Hominis Canidae - #HitsBr (2012).rar (Baixe pelo BANDCAMP) ( se não saber baixar no link, clique aqui)

Hit seria aquele faixa de disco ou single que se destaca e tem extremo sucesso. Aquela música ou melodia que gruda na sua cabeça e demora pra sair, que acaba marcando o seu ano e fazendo você lembrar o que passou nele toda vez que escutar esta canção. O artista pode fazer de uma faixa hit, mas não necessariamente ter um bom disco. Falamos isso porque existem discos que não entrariam entre os melhores do ano, mas aquela faixa é realmente genial. Pedimos então para diversos amigos, de diversos locais e visões musicais diferentes nos mandarem suas opiniões de hits do ano de 2012 no Brasil. Mostrando que o ano musical nacional foi bastante linear, pouca coisa teve um destaque extremo, 146 artistas de diversos locais e estilos musicais diferentes foram citados por 40 pessoas em suas listas de hits. Segue então os 15 artistas mais votados na nossa lista (ordenamos do mais votado para o menos votado), com as faixas deles que mais receberam citações entre os votantes...

01. Jair Naves - Pronto pra Morrer (O Poder de Uma Mentira Dita Mil Vezes): Quando Jair Naves lançou essa faixa no formato de clipe, em setembro, uma semana antes do disco finalmente sair, muitas pessoas acabaram se assustando com o rumo que sua carreira tinha tomado: ele tinha voltado a fazer rock com guitarras sujas, distorcidas e vez ou outra alguns gritos. Essa faixa acaba marcando essa nova fase da vida do músico e provavelmente os próximos álbuns que virão, foi um dos hits do novo disco do cantor, o mais votado entre os artistas desse ano.

02. Tulipa Ruiz - É: Tulipa conseguiu manter o "hype" em torno de si com seu segundo disco, Tudo Tanto. Talvez o maior trunfo da moça, além de tudo que possa ser dito sobre sua técnica vocal, seja a forma como ela consegue tratar de assuntos tão caros a sua geração e de forma tão leve. Nesta canção, ela fala de um amor suave, construído aos poucos, sem amarras, em movimento. Simples, como todos deveriam ser. E pop. Muito pop.

03. Siba - Ariana: Poesia pura, essa foi a primeira faixa divulgada do novo disco do cantor Siba em um belo vídeo. Ela já deixava claro o que estava por vir, o encontro do poeta popular com a guitarra. Uma melodia pop e até um tanto brega, como a poética passada na letra extremamente forte, sincera e lírica. Afinal, isso tudo é necessário para fazer “roncar o céu, tremer a terra e abalar o norte” e acho que todos nós desejamos estar num manto azul com alguém especial, não é mesmo?!

04. Curumim - Selvage: Esta música que saiu como single antes do álbum ser disponibilizado, e já deixou claro uma característica já conhecida do Curumim. A eterna busca por novas sonoridades, novas batidas. Selvage é uma canção muito viva, muito forte ritmicamente, quase como uma tapa na cara, mas com suingue. E um suingue diferente de todos os já demonstrados pelo músico e compositor.

05. Céu - Contravento: A canção Contravento mostra que Céu é uma cantora multifacetada, uma artista realmente completa. A ginga trazida nessa música mostra bem o que é o novo disco da cantora, uma mistura constante de estilos que tem como objetivo sacudir quem estiver escutando o som. É interessante ver uma artista com um nome já reconhecido como ela buscando novos desafios, sem se acomodar.

06. Metá Metá - Oya: Essa foi a primeira música que o trio Metá Metá lançou para o disco MetaL MetaL (um álbum bem pesado que propõe até a releitura de algumas faixas do registro de 2011). A voz da Juçara tá foda, o Thiago França tá fritando no refrão e tudo isso é um misto de free-jazz, terreiro e punk rock. É sério.

07. Lucas Santtana - Para Onde Irá Essa Noite?: As guitarras criam a tensão necessária para a delicada situação cantada. Quem nunca passou por isso? Conhecer alguém numa festa, sacar que está rolando um clima massa e, na hora H, descobrir que já existe "um outro algúem"? Lucas consegue transformar a catástrofe em beleza, fazendo juz ao título de seu excelente álbum O Deus que devasta mas também cura.

08. Silva - 2012: Uma canção pop para o ano com o maior sensacionalismo sobre o fim do mundo. A faixa até cita isso e aí o Silva sai cantando com toda sua voz “uuu”, bonitinho, umas paradas meio dream.pop com MPB e aqueles sintetizadores de fundo. É um bom registro para saber que o mundo não acabou.

09. Sobre a Máquina - Oito: Pelo segundo ano, o Sobre a Máquina aparece aqui. A música “Oito” foi a mesma coisa que rolou com a do Jair: foi uma prévia do álbum que estava para sair. O que rolou aqui é que essa é a faixa mais fácil do ouvinte compreender em relação a todo o experimentalismo e as coisas tortas do primeiro disco dos cariocas. Duvida? Baixe o álbum e tente escutar “Árvore” ou “Dia”.

10. Holger - Ilhabela
: A coisa aqui é simples: é dezembro e você vai ter um recesso ou pelo menos o ano novo para descer pra praia. Essa música do Holger é para isso e na real, o álbum todo. Chame os amigos, as amigas, faça uns drinks bonitos com vodka cara, coloca um guarda-chuva no copo, tenta ganhar aquela mina, aquele cara e curta. É apenas isso e nada mais. Entretanto, é apenas isso com um certo capricho e bem feito ou você acha que nosso juri votaria numa faixa só porque são uns caras brancos e bonitos?

11. Macaco Bong - Summer Seeds: O álbum do Macaco Bong na minha cabeça foi meio sem sal. Achei bem roqueirão da Bizz que acha que o Legião Urbana lançou vários registros fodões para a música brasileira e curte Ultrage a Rigor e essas coisas oitentistas bem chatas, mas essa faixa é uma mistura de toe e Gotan Project, e é a melhor do This Is Rolê, sem dúvida.

12. Otto - Ela Falava: Esta foi a primeira prova lançada do novo trabalho amplamente conceitual do cantor pernambucano Otto. Uma música altamente pop e com apelo comercial de hit televisivo, faixa que encaixaria bem em qualquer novela e que conta com participação da atriz Tainá Muller num dueto de voz com o cantor.

13. BNegão & Os Seletores De Frequência - Alteração (Éa!): Bernardo é um dos artistas mais ativos do país e os Seletores de Frequência tem um groove sonoro incrível. Por mais que nitidamente beba no passado, eles conseguem soar bem vivos e no presente, até futurístico em alguns momentos. Alteração tem uma letra positiva, mas completamente consciente do que esta acontecendo na atualidade. Porém, o importante é manter a energia positiva e tentar passar ela o máximo e o mais longe possível, sem se perder ou se prender nos acontecimentos que nos atormentam.

14. Gui Amabis - Tiro: Gui Amabis é um artista lírico, característica cada vez mais rara de se ver nas novas gerações de cantores e músicos nacionais. Outro fator positivo nas letras do Amabis é a utilização do lúdico, com uma pitada de acidez, para contar fatos ou historias. E quem nunca quis dar um tiro em seu passado, ou lembrança que sempre retorna e que você precisa conviver e reviver? Ele consegue utilizar muito bem o lúdico para externar suas vontades, mesmo que com leveza e sem exageros, de uma forma magistral. A ponto de fazer esses retornos soarem bonitos, as vezes até necessários.

15. Racionais MC’s - Mil Faces de Um Homem Leal: Acho que um medo de várias pessoas que curtiam os Racionais depois de ouvir uns sons como “Mulher Elétrica”, era que o grupo acabasse deixando um pouco de lado o protesto que tinha feito até então e entrasse numa linha de faixas como a genial “Qual Mentira Vou Acreditar?”. Aí eis que eles surgem como uma música que homenageia Carlos Marighella e isso destrói toda a teoria e o bla bla bla de gente que quer ser velha guarda do rap com dezesseis anos e três pelos no saco. Marighella vive. Viva Marighella.
Para realização da arte desta coleta especial, um grupo especial. Nove dos artistas que fizeram artes para nossas coletas mensais entre dezembro de 2011 e Novembro de 2012 se uniram num trabalho colaborativo de intervenção. Mais uma vez, o trampo foi feito em conjunto com o Projeto Collab, os artistas desenvolveram intervenções um após o outro ao longo do período de um mês ate chegarmos neste belo resultado final. O trabalho teve inicio com duas imagens do fotografo paulista Oswaldo Cornetti (Maio), o primeiro a intervir foi o potiguar Diego Torres (Dezembro de 2011), depois veio a brasiliense Nana Bittencourt (Abril), seguido pelo paraibano Bruno Lima (Fevereiro). Depois foi a vez do pernambucano Raoni Assis (Março), um corre la no meio norte, com o piauiense Arthur Doomer (Setembro), voltamos pra terrinha, lá por Garanhuns com o Carlos J Souza (Novembro) e descemos na capital pernambucana com a intervenção do Paulo Fernandes (Julho). Para finalizar esta arte e o ano de 2012, o baiano mais cearense que conhecemos, o parceiro George Frizzo (Nossa coleta de três anos) finalizou o material em alto estilo. Com isso agradecemos não só aos artistas que realizaram este último corre, mas todos os artistas que fizeram capas mensais ao longo desse ano. Foram belos trabalhos, torcemos para que vocês continuem fazendo arte e que tenhamos ajudado de alguma maneira em suas vidas. Esperamos contar com todos novamente em algum momento futuro!

Pra fechar, vamos ao clichê! Esse material não deve ser comercializado, apenas disponibilizado para download. Trata-se de mais uma mixtape, desta vez feita da maneira mais democrática possível, com a opinião de quem teve tempo e fez contato com a gente ao longo de nossa existência e deste ano cabalístico, tanto para trocar ideia, enviar seu som, realizar intervenção visual, reclamar de nossas postagens ou simplesmente acompanha esta nossa brincadeira insana e saudável. Interessante perceber que boa parte dos hits ou foram faixas que saíram anteriormente ao lançamento do disco completo ou que viraram videoclipes (ou os dois), são 15 artistas de diversos locais do país, trabalhos de estilos diferentes, cada qual com sua qualidade e mostrando a diversidade da música feita no Brasil, esperamos que você divirta-se quando ouvir os sons da coleta como nós que a fizemos. Fiquem com esse belo resumo de 2012...

Continuem disseminando o som, escutando música e indo aos shows!
Tags:  , , , , , , , , , , , ,          

domingo, 30 de dezembro de 2012

Coletânea Hominis Canidae #31 - Dezembro (2012)...



Mais um ano que esta terminando, não que isso vá interferir diretamente na sua vida, quer dizer, pode interferir na ressaca de amanhã, já que você vai acabar enchendo a cara usando como desculpa o fato do ano ter mudado no calendário. Mas chegamos a nossa 31ª coleta mensal seguida, nesse mês especial são 2 mixtapes, e não desmerecendo as anteriores, essa é uma das melhores coletas que já fizemos. Não apenas por estar lotada de lançamentos que chegaram a nossos emails, é de longe a coleta com mais música eletrônica que já passou por aqui, além da quantidade razoável de instrumentais e raps (Sacai o Setlist!). Entre os lançamentos, destaquemos a Hurtmold, que esperou até o final do ano para lançar o novo material e não decepcionou. Outro destaque vem de Pernambuco, com o rapper Rimocrata, que lançou um EP bem legal, de Belo Horizonte, um projeto eletrônico feito por um cara de 17 anos chamado Cloud Whale, trampo muito fino. Não sei se pode ser considerado um clássico moderno, mas tem uma faixa de uma fita demo de 1993 do Planet Hemp nessa coleta, com direito a Speed Freaks na banda e tudo mais. A faixa inédita vem de Teresina, um projeto eletrônico com música brasileira chamado Guardia Nova, que deve lançar disco já nesse começo de 2013, a faixa Preta é uma boa premissa do trabalho que esta por sair...
Esta bela arte totalmente conceitual, foi feita pelo brother paulistano e banger Thiago Vakka, o camarada é designer formado e banger porque além de artista o camarada tem um blog massa voltado pra música barulhenta, o Intervalo Banger, inclusive ele mandou uma versão gore da mesma arte que ficou foda também. Ele explica a arte “Época de natal e todos querem esse espírito de alguma forma, não ia ser eu o combobreaker. Quando me deram a tarefa de fazer essa capa, optei por falar sobre isso. A união familiar e como esse nossos laços sanguíneos ficam mais forte nessa época. Quando nos lembramos daqueles que não nos fazem falta por 364 dias dos anos, mas neste dia especial inventando por uma igreja amorosa e doadora, nossos problemas de memória se esvaem e nos tornemos, apenas essa noite especial, uma unidade de bondade entre nossos entes queridos. Tentei valorizar isso usando muito o vermelho e branco "papai-noel", um pouco de preto pra representar a Coca-Cola, o patrocinador secular do evento e o azul-bebê do céu Polar.” Achei uma das artes mais feitas para ser camisa de todas, ficou bem fodona! Para conhecer alguns trampos dele no traço, chega no facebook dele

Já falamos mais de trinta vezes, mas não custa repetir para quem chegou agora. Está coleta não deve ser comercializada, apenas disseminada livremente pela internet (pode repassar a vontade), aconselho ripar e presentear para algum amigo(a). É apenas uma alternativa para tentar conhecer o máximo de sons novos produzidos em todos os cantos deste enorme país, animando seus passeios de bike, viagens ou idas para o trampo. São 17 faixas de bandas de diversos estilos e locais do Brasil, que continuam produzindo seu som, shows, e fazendo a arte nacional aparecer e ser apreciada em todos os locais do mundo. Mês que vem estamos de volta, boas festas de final de ano, mas entendam, não é a data que vai mudar sua vida, liberte-se de sua escravidão mental, você é livre, você é bom, dispa-se e me ignore...

Continue ouvindo música, comprando discos e comparecendo aos shows!
Tags:  , , , , , , , , , ,          

sábado, 29 de dezembro de 2012

24 discos nacionais que vocês deveriam ter escutado em 2012...

É isso, mais uma vez o ano de postagens de discos inéditos acabou, digo isso porque amanhã nós mandaremos aqui a nossa coleta de #HitsBr2012 e no dia 31 a já tradicional coleta mensal (que já tem setlist) e tá cheia de trampos de 2012, alto nivel, então não percam! Nesta ano de 2012, apenas aqui no nosso blog, apareceram 357 trabalhos lançados nesse ano, é o ano registrado com maior número de discos postados até então (e ainda faltam vários pra mandar no nosso email). Mais uma vez, convidamos algumas pessoas para mandarem suas sugestões de discos brasileiros mais legais que ouviram durante este ano, com direito a mini resenha justificando suas opções. Nós também fizemos a mesma coisa (sacai todas as listas), sem contar a nossa coleta de Hits do ano, feita através do voto popular, com votantes de diversos sites, pessoas que acompanham nosso dia-a-dia por aqui e quiseram opinar, escolhendo os artistas e suas músicas preferidas. Como fizemos nos últimos anos, estamos mandando agora uma sugestão de 24 trabalhos lançados em 2012 e que todos deveriam ter escutado pelo menos uma vez, são trabalhos de estilos e localizações diversas, cada qual com sua característica e peculiaridades, sem ordem de preferência, apenas ordem alfabética. Baixe e curta o final de ano ouvindo a boa música brasileira...





Ahh, sentiu falta de algum?! Os comentários tão abertos, mandem ai suas listas de discos ou mimimis...
Tags:  , , , , , , , , , , , , , , ,          

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

BLUES DRIVE MONSTER - Antimatéria EP (2012)...





Em um tempo em que a solidão é o mau do século; A maioria das pessoas são fúteis; A taxa de alienação alcança níveis gigantescos; E você está no meio de tudo isso. Nós estamos no meio de tudo isso. Ninguém pode mais te ver, ninguém pode mais te ouvir. E o melhor meio de fugir de um mundo tão destruído pela ganância e falta de amor é juntando só quem pode te fazer bem. Não estamos aqui para falar de um mundo superficial, nem para tentar ser algo que não somos. A BLUES DRIVE MONSTER surgiu da vontade de fugir do igual, do mais do mesmo, do mesmo tema do “eu te amo”, ou “não te quero mais”; e até de “volte para mim”. Se você, como nós, também está cansado de toda essa mesmice de merda, dessa vida injusta, da falsidade das pessoas e desse cenário musical já super mastigado, junte-se a nós!...
Tags:  , , , ,          

Céu - Caravana Sereia Bloom (2012)




"Céu é uma das maiores cantoras do Brasil. Não é tão fácil achar entre suas colegas contemporâneas outros nomes que mantenham o nível de qualidade que ela manteve nos seus três discos. Em Caravana Sereia Bloom, levou sua música pra passear por estradas e de lá trouxe temas, melodias e timbres para criar um dos melhores discos do ano, como já havia feito em 2005 com seu cd de estreia e em 2009, com Vagarosa", por Fernando Gomes aqui.
Tags:  , , ,          

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Alce Garoto - Garoto Alce (2012)



Download: garoto alce.zip


Primeiro registro do novo projeto do Thiago Miazzo (GRUTA e Caldo Verde). Pode apostar que isso é tão torto e experimental do que qualquer outro projeto dele.
Tags:  , , , ,          

Coletânea Outros Críticos - Para além da sonoridade pós-mangue (2012)...





A coletânea faz parte do lançamento do e-book Entrelugares: notas críticas sobre o pós-mangue (2012), de Ricardo Maia Jr. As bandas da coletânea foram analisadas no ensaio "Para além da sonoridade pós-mangue". Mas o que seria o pós-mangue? Um novo ritmo criado no estado de Pernambuco oriundo do irmão mais velho mais famoso? Um termo para determinar um período histórico da música pernambucana atual? Durante todo 2012 inteiro o jornalista e aluno de doutorado em comunicação da UFPE, Ricardo Maia Jr (Cacá) passou o ano desenvolvendo textos críticos sobre o assunto no blog do Outros Críticos. Depois de encerrada a serie de crônicas, teve-se a ideia de lançar um livro virtual (o tal do e-book) juntando todos os trabalhos desenvolvidos neste temas feito pelo Cacá, sobre o nome de ENTRELUGARES: Notas Críticas sobre o pós-mangue (que você pode e deve baixar nesse link)... Continue Lendo
Tags:  , , , , , , , , ,          

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Kung Fu Johnny e Far From Alaska - Ao Vivo - Festival DoSol (2012)...





Dois destaques entre as novas bandas da cena roqueira de Natal, Kung Fu Johnny e Far From Alaska representaram muito bem a cena no Festival DoSol deste ano. Mesmo tocando no inicio das atividades, atrairam um bom público e tocaram com energia, agora você pode ouvir alguns momentos do show de ambas as bandas onde quiser, baixa ai...
Tags:  , , , , ,          

Psilosamples - Ao Vivo - Rádio Metanol FM (2011)


Download: ao vivo.zip

O Psilosamples tocou em 2011 na Metanol.FM, rádio que pertence ao Akin e que tem um programa semanal baseado em improviso e música eletrônica. Baixa aí e dá play, vai te fazer bem.
Tags:  , , ,          

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Garoa - Umaída EP (2012)



Download: umaída.zip

De ásperas harmonias à envolventes cumbias madrugadas adentro, UMAÍDA é o trabalho de estréia do duo GAROA, composto e produzido em duas semanas. Um panorama sobre o ponto de junção urbana mais carregado de uma grande metrópole: o metrô. Evidenciando o drama de cada estação - suas dinâmicas, seus espaços, plenitudes e vazios - uma imagem se constrói costurando temas e variações rítmicas que resultam numa espécie de sinfonia urbana/moderna. A partir desse conjunto de experiências vivenciadas pelo duo, UMAÍDA é "um passo atrás" para vislumbrar um todo, de um modo que somente um elemento externo a esse cotidiano poderia enxergar.
Tags:  , , ,          

Bê Formiga - A Mulher do Fim do Mundo (2012)...






Nascida em Recife (PE) e crescida com os olhos e ouvidos no mundo, a cantora e compositora Bê Formiga – como é conhecida nos palcos – é uma profissional de multitalentos. Formada em Design pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde também obteve grau de Mestre, Bárbara Formiga soma, à sua paixão pela música, a moda e as artes plásticas em geral. Começou sua carreira musical aos 18 anos, com a banda de “pop’n’roll” Rádio de Outono (RdO), com a qual lançou um disco homônimo. Conhecida pela sua performance energética e autenticidade com que se expressa, Bê Formiga participou, ao longo de sua história com a banda, de festivais como Rec Beat, Abril pro Rock, Mada, FIG, No ar...Coquetel Molotov, Curitiba Rock Festival e Ruído Festival. Participou ainda dos cd-tributo a Ronnie Von, com uma versão da música "Espelhos Quebrados”, e a José Augusto, no álbum "Eu não sou cachorro mesmo", com a uma versão de "De que vale ter tudo na vida”. Hoje em carreira solo, a ruiva de olhos verdes translúcidos consolida seu estilo, mostrando um lado mais intimista, lançando seu primeiro cd: “A Mulher do Fim do Mundo”...
Tags:  , , , ,          

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Mariano Tavares - Sem Parar (2012)...





Nascido em Assu, cidade celebrada como a terra dos poetas, o cantor e compositor Mariano Tavares começou sua carreira se apresentando no circuito universitário de estudantes de letras, e em cafés e espaços culturais da capital potiguar. Como ele próprio afirma, a canção popular esteve sempre presente em sua vida, tanto pela criação extremamente musical que recebeu (seu pai era seresteiro), como por uma curiosidade natural pelo que considera como a mais vigorosa expressão artística de nosso tempo. Com dois discos lançados, “O Sobrado” (2005), e o recém-lançado “Sem Parar” (2012), o trabalho de Mariano concentra-se principalmente na construção de uma identidade autoral que transite, ao mesmo tempo, entre o universal e o regional, entre o contemporâneo e o tradicional. Em “Sem Parar”, Mariano Tavares apresenta 11 faixas composta por ele, sendo três em parceria com a poetisa e atriz Civone Medeiros (“É Dando Que Se Recebe”), com Hugo Vargas Soliz (“It’s Not For Us”) e com o cantor e compositor Romildo Soares (“Sacrifício”), além de uma releitura de “How Should I Your True Love Know”, composta por William Shakespeare para o clássico da dramaturgia universal “Hamlet”. A canção “Sacrifício” também integra o repertório do DVD “Dos Pés à Cabeça”, do coral Harmus, lançado no último mês de setembro com a participação do autor. No disco, além de produzir, compor, cantar e tocar violão, Mariano Tavares é acompanhado pelo pianista, arranjador e co-produtor do cd, Humberto Luiz, pelo violonista e guitarrista Alison Brazuka, pelo baixista Paulo Oliveira, pelo baterista Di Stéffano e pelo percussionista Sami Tarik. Duas cantoras da novíssima geração da música potiguar, Katarina Góis e Simona Talma, participam do CD dividindo os vocais com ele na belíssima “Não Há Segredo” e na delicada “Para Onde os Sonhos Vão?”, respectivamente...
Tags:  , , , ,          

Felipe Arcazas - Nahuatl (2012)



Download: Nahuatl.zip

A música de Felipe Arcazas é caracterizada por ritmos cadenciados, paisagens sonoras e grooves desérticos. Suas influências vão desde o Stoner Rock até o Jazz. Com passagens extremamente psicodélicas, lotadas de sintetizadores; Sua proposta é, na verdade, um convite ao ouvinte para uma viagem ao deserto. Música crua e sincera, às vezes relaxante, às vezes agitada, no final, não importa. O objetivo é fazer com que a pessoa experimente as mais variadas sensações que um dia no meio do deserto pode lhe proporcionar! Arcazas começou a trabalhar em seu projeto solo em 2010, e, em abril de 2011, lançou seu primeiro EP, Induction To The Subconscious, com cinco faixas, e um som mais calcado no Stoner Rock, porém, com toques de Samba e Post-Rock também!
Tags:  , , , ,          

domingo, 23 de dezembro de 2012

Keroøàcidu Suäväk - Pacote [2012]



Download: Pacote.zip

Keroøàcidu Suäväk é um projeto sonoro performático, Instinto sem técnica, convite ao vazio-pleno.
Tags:  , , , , ,          

doo doo doo - Casa das Macacas (2012)...





Dentro desse cenário de constantes transformações e apropriações de novas tendências surge Casa Das Macacas (2012, Independente), álbum de estreia do grupo doo doo doo e um recorte excêntrico de tudo que caracteriza a nova música carioca. Registro feito para quem gosta de invenção e percursos não óbvios, em cada nova faixa o quarteto – Dudu Guedes (Voz e Guitarra), Pablo Lisboa (Teclados), Alberto “Ludo” Kury (Voz e Teclados) e Marcelo Renovato (MPC e Samplers) – apaga tudo que parecia firmá-los em uma sonoridade específica para mais uma vez recomeçar. Não existe qualquer ponto seguro para o ouvinte de primeira viagem, música após música, acorde em cima de acorde há sempre transformação, com o grupo chacoalhando o disco antes que algo definido, prático ou talvez tátil possa se formar... Continue Lendo
 
Tags:  , , , , , ,          

sábado, 22 de dezembro de 2012

Thrills & The Chase - Introducing Thrills (And The Chase) (2012)...






No seu EP de estreia, Introducing Thrills (And The Chase), o THRILLS & THE CHASE soa como uma banda que poderia ter vindo de qualquer lugar do mundo. Não estamos lidando com canções experimentais - há uma certa familiaridade e ao mesmo tempo um frescor na maneira como eles tocam. Se trata de rock sem fronteiras, nos moldes dos melhores grupos internacionais, trazendo uma roupagem moderna para melo dias inspiradas no glam dos anos 70, folk, blues e jazz. A faixa que abre o disco, "Damsel In Distress", resume toda a proposta da banda em meros 3 minutos: dançante, pesado e elegante. Faixas como "Rogue Vogue" e "Moping Jack", que soam como perfeitos exemplos da insurreição do indie rock da última década, fluem naturalmente junto à faixas como "Sister Thriller", flertando com o blues, e "Does The World Owe You Anything", cujo refrão te faz pensar em artistas como Beatles e Roy Orbison... Continue Lendo
Tags:  , , , ,          

Vitor Brauer - Nosferatu (2012)


Download: Nosferatu.zip
Quando lançamos a primeira faixa do projeto solo de Vitor Brauer, avisamos que sua mixtape sairia no dia 20 de dezembro e que ao longo do mês, algumas faixas iriam sair. E foi o que aconteceu, para todos os casos. Nosferatu é a tão aguardada mixtape do músico que influenciado por rap nacional e gringo, vanguarda paulista e spoken word, deu luz a uma lançamento interessantíssimo, que conta com 13 faixas e quatro participações especiais. Falando em participações, uma das quatro vocês já sabem quem é: Jonathan Tadeu, que apareceu na faixa “Feito Um Fã de Placebo”, na qual Vitor Brauer mostrou ao público que algumas músicas seriam “um pouco cantadas”. (Continue lendo no Altnewspaper)
Tags:  , , , , , ,          

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Mohandas - ETNOPOP [2012]



Download: ETNOPOP.zip

Desde que brincar com os ritmos tropicais se transformou em uma necessidade para grande parte das novas bandas – independentes ou não -, o exagero nas formas sonoras tem se revelado como o maior desafio em grande parte dos projetos recém-lançados. São raros os casos em que tudo não passa de um descompromisso cômico e exagerado, como se o simples ato de acrescentar doses desmedidas de Carimbó, Axé, Technobrega ou qualquer outro ritmo oriundo do norte ou de fora do país fosse o suficiente. Distinta, porém, é a estratégia aplicada pela banda carioca Mohandas, grupo que se afasta do mero “complemento” regional no decorrer do primeiro álbum, transformando tais experiências nas bases para o curioso Etnopop. Incapaz de se firmar em um único estilo ou sonoridade específica de maneira intencional, o sexteto composto por Bel Baroni, Diogo Jobim, Dudu Lacerda, Micael Amarante, Nana Orlandi e Pedro Rondon utiliza de cada nova faixa como um ponto de visita para um som diferente. Plural, o álbum se desdobra em múltiplas cores, ritmos e preferências que mesmo distintas se completam ao final. Se em determinado instante o grupo entrega aos realces da música colombiana – proposta retratada de maneira coerente na instrumental Cumbia -, na faixa seguinte temos uma quebra dessa preferência, com um novo rumo sendo aplicado ao projeto. (Continue lendo no Miojo Indie)
Tags:  , , , ,          

Boi Fulmegante - O Vácuo da Vida e a Doença da Pós-Modernidade (2012)...




A estação do curso natural é mera falta de sentido. O puro desperdício do sensível. Degeneração do próprio organismo. O poder do cinismo constrói o conformismo. E você? O que propõe? O que supõe? E o que espera?”. A letra acima faz parte do repertório da Banda Boi Fulmegante. O grupo que é formado por Jonathan Luiz (Boi) – vocal e guitarra, Diego Fernandes – baixo, Samuel Cavallieri – guitarra e Igor Castro – bateria, existe há 3 anos e tem por influência as bandas Sonic Youth, Teenage Fanclub, Foo Fighters, Radiohead e Pixies. Com gênero Noise Rock, a banda possui três álbuns, todos desenvolvidos de forma artesanal. Mas é a partir do segundo álbum que a banda começa a focar verdadeiramente suas músicas em questões sociais. No primeiro, as canções falavam mais de amor... Continue Lendo
Tags:  , , , , , ,          

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Paquiderme Escarlate - O Incrível Espécime que se Alimenta de Harmonias (2012)...




"O Incrível Espécime que se Alimenta de Harmonias" é o mais recente trabalho do conjunto musical Paquiderme Escarlate. Lançado em outubro de 2012, este compacto/EP representa o momento em que a banda se lança oficialmente no mercado fonográfico. Sem se prender a estilos musicais ou rótulos, o conjunto mostra a que veio neste trabalho de três canções (e meia!), suficientes para revelar sua versatilidade. A faixa "Vou Acreditar" (Mascarenhas) mostra um lado mais dançante da trupe e conta com a participação de Sofia Cupertino e seus poderosos backing vocals ao estilo gospel. A canção é precedida por uma introdução - repleta de referências circenses - concebida e arranjada em estúdio para apresentar o espécime/conjunto musical. A "intro" é ornamentada pela arrebatadora locução de Ricardo Righi Filho e pela ambientação tribal do mago das percussões, Delano Soares. A canção seguinte - "As Horas" (Guerra/Marques) - é uma divertida valsa com pitadas de rock rural, abrilhantada pelo suave violino de Nath Rodrigues. As distorções de guitarras e órgão da enérgica e autobiográfica "Paquiderme Escarlate" (Guerra/Marques) encerram o compacto e a trupe desmonta o circo para deixar a cidade, cantarolando, em busca de novos ares. Como é de praxe na cena independente, esta produção foi realizada através de diversas parcerias. Além das participações de outros artistas e músicos, só foi possível concretizá-la graças ao empenho dos entusiastas da paquidermia. Vale destacar o responsável técnico pelas gravações, mixagens e masterização, o sagaz Tales Trajano (Big Band Produção Musical) e os designers gráficos Luis Matuto e Dharlan Lacerda, cujas habilidades resultaram na concepção da bem sucedida identidade visual de "O Incrível Espécime que se Alimenta de Harmonias"...
Tags:  , , , , ,          

Felix Canidae - Futuro Proibido (2012)




dançarinos do pós-fim anunciam e garantem que o mundo acabou desde que começou. dance punk tropical rock sem deslumbre resiste heartbeats. sacode canino. vira-lata em restaurante. vamos todos dançar com ela. vestida de cetim em pele, osso e sete velas. o verão é finita primavera. os corpos, os pelos, a carne partida. sorrisos, mordidas e coleiras perdidas. la huesera se quedará en su vida.
Tags:  , , ,          

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Hurtmold - Ao Vivo - Sala Funarte (2012)




Apresentação da banda Hurtmold na Sala Funarte, em São Paulo, no mês de fevereiro. O áudio foi extraído do vídeo gravado pelo Cinza.TV, mas a qualidade está bem massa. O som que os caras usaram foi da mesa e tomei cuidado para não rolar transcoding. Espero que se divirtam.

Tags:  , , , , ,          

Easy Star All-Stars - Live at The Orange Peel (2011)...




Aproveitando a passagem do Easy Star All-Stars pelo Brasil (tocando inclusive no Recife próxima sexta e ta rolando PROMO), aqui vai um showzaço da banda ano passado no The Orange Peel Club, em New York. Neste audio com 20 músicas, tem versões de radiohead, pink floyd, beatles, se a banda tocar o mesmo setlist no Recife, o fim do mundo vai ser massa, baixe e aguarde a festa...

Se você é noob e não consegue baixar o bootleg nesse link, leia isso.
Tags:  , , , ,          

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Motor City Madness - Rn'r Mthrfckr (2012)...




O Motor City Madness é capitaneado pelo amigo e talentoso Sérgio Caldas, ex-guitarrista do Los Vatos, um dos nomes mais bacanas e produtivos da cena punk rock do Rio Grande do Sul ali na virada dos 90 pros 2000. Repaginado, Sérgio deixa um pouco de lado os três acordes ramônicos e com uma turma esporrenta mete o pé no acelerador em rocks barulhentos, de guitarras e riffs que fazem jus ao nome da banda. O MC5 aprovaria o MCM... Continue Lendo
Tags:  , , , , ,          

Farmacopéia - Batom Preto (2012)



Download: Batom Preto.zip
 
"A Farmacopéia é a banda/projeto experimental de um homem só, Renato Albuquerque, que veio do punk e que nesse projeto solo passou a experimentar texturas e gravações caseiras com umas influências heterogêneas que perante o EP Batom Preto possuem intensas alusões darks. Batom Preto foi todo gravado em casa pelo Renato com o auxilio dos seus dois irmãos mais novos e ainda contou com o vocal de Guilherme de Souza em “Dark Stares” e a masterização de Vinicius Tomaz. Batom Preto é o segundo registro da Farmacopéia, antes saiu o EP Gently take my skull for a ride, lançado em maio de 2012 de forma independente. Esse segundo EP é o primeiro disco da banda a sair via Transfusão. Que seja o primeiro de muitos!", Transfusão Noise Records.
Tags:  , , , , ,          

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Hurtmold - Mils Crianças (2012)




Eis aqui o novo disco do Hurtmold, lançado após cinco anos de espera dos fãs. O álbum está em boa qualidade, completo, ripado direto do CD original por alguém (não fomos nós), com tags, capa, arte do Mário Cappi e tudo o que vocês tem direito. Uma boa viagem nesta segunda-feira chuvosa de São Paulo. (Leia a entrevista)

Tags:  , , , , , , , , ,          

Domrafa - Morning Tapes (2012)...




Este é Rafael Ribeiro aka domrafa (ou Domrafa, tanto faz), tem 20 anos, é de Pouso Alegre (MG) mas atualmente mora em São Paulo. Ele disponibilizou gratuitamente um novo EP, desta vez de forma independente mesmo, também disponível no Bancamp, ele explica o disco. O álbum surgiu por acaso quando já tinha umas 2 ou 3 faixas prontas e percebi que elas se conectavam e uma "história" veio na minha cabeça. Tentei escrever um conto, livro, texto, qualquer coisa pra publicar junto das músicas mas não consegui, rs. As faixas seguem uma ordem cronológica que conta essa "história", que na verdade nada acontece, são apenas sensações, reflexões feitas pelo personagem. Na primeira ele está sonhando, na segunda ele acorda, pensa umas coisas ruins, etc. E por aí vai, numa manhã comum, rotineira e solitária, mas de muito auto-questionamento e nostalgia. As composições foram uma tentativa de gravar mais e samplear menos. Exceto os beats e uns samples que não se tratam de instrumentos, os pianos, pads, synths foram todos gravados enquanto eu tocava, com metrônomo marcando, etc, meio à moda antiga...


Tags:  , , , , , ,          

domingo, 16 de dezembro de 2012

MAYO - Samuel & His 12 Tofus EP (2012)...




MAYO é uma “quase” sigla, que representa a expressão em inglês “Make Your Own”, seguindo a idéia da banda de “fazer acontecer por conta própria”. Erik Hendges (Guitarra/Vocal), Marcelo Pacheco (Baixo), e Felipe Pellisson (Bateria) formam o trio, situado no interior de São Paulo, mais precisamente em Indaiatuba. Com influência de bandas que vão do Indie Rock, como Arctic Monkeys e Kings of Leon, até o pop-punk de blink-182 e Yellowcard, passeando pelo rock mais agressivo de Foo Fighters, Nirvana, Incubus e até Deftones - o trio acaba experimentando com as vertentes do rock que mais os influenciam, criando uma mistura diferente em cada uma de suas músicas. O EP de estréia, “Samuel & His 12 Tofus”,  gravado por conta própria pela banda, no estúdio do guitarrista (e produtor musical) Erik Hendges, foi lançado em 27 de setembro de 2012, pelo trio em suas redes sociais na internet. O EP, que conta com 3 músicas cantadas em inglês, serve de cartão-de-visita para a banda e mostra que eles conseguem se desprender de um só estilo, ao apresentar uma música mais experimental, com espacialidade (Blue), um stoner rock distorcido e rápido (12) e uma faixa de rock alternativo com melodias vocais que chegam próximo do pop (Wish Me Well). Prontos para cair na estrada e lançar seu álbum full lenght em 2013, MAYO quer entrar em seus fones de ouvido por apenas um motivo: fazer o rock valer a pena...
Tags:  , , , , ,          

Os Airados - A Viagem Pelo Caminho de Volta Pra Casa [2012]



http://www.airados.tnb.art.br/

Download: A Viagem Pelo Caminho de Volta Pra Casa.zip

Os Airados nasceram da vontade de fazer o rock dos bons, daqueles que levam as garotas aos gritos e os rapazes de volta à selva, pois o ritmo é fascínio e também raiz. A banda foi formada por quatro músicos de Recife em 2009, que tinham em comum trazer a nossa música aquela velha malícia e o lúdico perdidos e desse encontro marcado por figuras tão originais e dissonantes não poderia haver melhor denominação: “Airados”, palavra de origem espanhola que se refere aos loucos, vadios e desregrados. A composição da banda se dá no formato clássico do rock 'n' roll com Rodrigo Espínola no vocal e guitarra rítmica, João Victor no vocal e guitarra solo, Michel Laroni no vocal e contrabaixo e Gabriel Morais na bateria. Seus integrantes são forjados na mais pura essência do rock e para eles a criatividade é um caminho de múltiplas vias. Além do trabalho autoral em “Os Airados” seus músicos acompanham artistas locais nas bandas Creedence Cover Recife (tributo ao Creedence Clearwater Revival), Os Estragados (tributo ao Led Zeppelin), Enjoy the Noise (tributo ao Depeche Mode), Os Mesmos (tributo a Nando Reis), Maior Abandonado (tributo a Cazuza e Barão Vermelho), bandas estas muito requisitadas na noite de Recife. O primeiro EP da banda foi lançado em junho de 2012 e viaja pelas baladas aconchegantes às canções mais dançantes, sendo todo o trabalho permeado por refrões que colam aos ouvidos e inegável humor ácido e afiado. Denominado de “A viagem pelo caminho de volta pra casa”, o disco traz 06 canções marcantes por discorrerem sobre questões universais como a solidão, felicidade, ansiedade e, por que não?, o amor. Trata também das coisas mais singelas e não menos consideráveis como a beleza de observar os pássaros.


Tags:  , , , ,          

sábado, 15 de dezembro de 2012

Bratislava - Carne (2012)


Download: Carne.zip

Carne é o primeiro disco (full-length) da banda, com 12 canções inéditas e 1 faixa do EP Longe do Sono (lançado em 2011) remixada por Matschulat.  O disco conta a saga de um protagonista sem nome, que vaga por cenários realistas e absurdos - desde uma caminhada pela avenida Paulista até o vislumbre de um jardim asteca no meio do sertão - questionando seus próprios demônios e enigmas, botando em cheque os costumes sociais, a normalidade, os vícios da memória, a vida eterna e o paradoxo da perfeição.
Tags:  , , , ,          

Trupe Chá de Boldo - Nave Manhã (2012)...




Na teoria, a Trupe Chá de Boldo começa o jogo perdendo. O nome, os 12 integrantes, as influências, os parceiros mais próximos: tudo poderia jogar contra. Afinal, o retrospecto de cada um desses itens não é dos mais favoráveis à música brasileira. “Trupe” já era um coletivo arruinado pelo apelativo O Teatro Mágico, de Fernando Anitelli; uma banda com um grande número de integrantes na formação oficial também não significa muita qualidade, diferenciação ou mesmo peso na qualidade final, como vem demonstrando a brasiliense Móveis Coloniais de Acaju; amparados e influenciados tanto pelo recente repertório de Tatá Aeroplano (imagina a cara do seu interlocutor bem no momento em que, explicando a Trupe pra ele, você diz Tatá Ae-ro-pla-no) quanto pelos ecos da vanguarda paulista, o gramado do certame fica ainda mais pesado para o contra-ataque. Enfim, para o bem de todos, eu já vos adianto: “Nave Manha” é uma ótima surpresa de 2012. Com “Nave Manha”, a Trupe Chá de Boldo dá um passo à frente no cenário independente brasileiro. É muito bom quando, de repente, um arremedo estético, mesmo que não rompante em seu todo, te lembra que é possível associar uma banda diretamente com algo realmente forte, mas algo vindo direto da canção. Não era assim com “Bárbaro”, debute do grupo em 2010. Após cinco anos na noite de São Paulo, o primeiro álbum da Trupe estava pronto e com os mesmos referenciais de “Nave Manha”. Mas se guardam semelhanças na raiz, as diferenças na distribuição da seiva são bem nítidas entre os dois registros... Continue Lendo
Tags:  , , , , , ,          

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

The Silvias: 20h Domingo - Rec in para um sonho (2003)...




O The Silvias: 20HorasDomingo (nome tirado de uma canção da "fase psicodélica" do cantor Ronnie Von) começou em meados de 2001 como um projeto descompromissado de pesquisa sonora do DJ Thiago "Verde", do baixista Thiago "Sombra" e do tecladista Bruno Sérgio (esses dois últimos tinham uma banda na época). Fizeram improvisos, gravaram algumas fitas e não se encontraram mais durante um bom tempo. No fim de 2002 os três se reencontram e deram continuidade ao trabalho de pesquisa, dessa vez já com nome, a proposta de ser uma banda e novos integrantes: o violonista/guitarrista Rodrigo e a vocalista Roseane Diniz. O grupo ensaia bastante e no começo de 2003 começa a fazer shows. No meio desse mesmo ano começam a gravação do cd demo "Rec in para um Sonho", com o guitarrista e produtor paraibano Jr. Espínola sendo produzido por ele, Esmeraldo Marques e o The Silvias. O EP conta com a participação de Stephan Thomas tocando saxofone na faixa "Limbo" e arte da capa por João Faissal, Thiago Verde e Dolores Lexotan. Eis uma boa amostra da música instrumental paraibana do começo do milênio...
Tags:  , , , , ,          

This Lonely Crowd - Pervade [2012]



Download: Pervade.zip
 
Pervade é o segundo album da This Lonely Crowd, a ser lançado no próximo Sinewave Festival. Para esse lançamento, eles chamaram colegas da Sinewave e da cena shoegazer e post rock brasileira para cooperarem nas músicas. Ao que pode ser visto, deu certo: o que já era barulhento ficou ainda mais. Quem acompanha o trabalho deles já sabe o quanto eles gostam de Smashing Pumpkins e Secret Machines. Dessas vez, as parcerias com nomes como o Sobre a Máquina, Hangin Freud, Bela Infanta e Copa do Ar renderam um som obscuro e experimental, mas longe de perder o peso. As guitarras ainda são a característica, o lugar por aonde você reconhece a banda. Os convidados também deixam sua marca de forma bastante perceptível. A faixa que conta com Cadu Tenório, do Sobre a Máquina (que usa um pseudônimo, para manter a tradição da banda, que no primeiro disco, se identificava com nomes tirados de histórias infantis) tem um drone inconfundível, o Hangin Freud põe pedaços de trip-hop em “Abandon”, e Israel Rolim do Bela Infanta (que tocará com eles no festival em Curitiba) bota suas guitarras no caldeirão também. Com uma produção de primeira, os instrumentos bem dosados e calibrados são a estrela, e o vocal, um mero detalhe. Várias das faixas não tem um vocal audível, linear, como a gente está acostumado. Fruto de um ocupadíssimo quinteto, o This Lonely Crowd não faz shows tão frequentemente. Por isso essa sexta é uma excelente oportunidade de conferir uma das melhores bandas da cena alternativa brasileira ao vivo e o seu novo trabalho.
Tags:  , , , , ,          

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Cellardoor - Ástarsaga (2012)



Download: Ástarsaga.zip

Cellardoor é um projeto musical assinado por André Graciotti. Nele, o artista flerta com gêneros mais suaves como o pop, até coisas um tanto quanto darks, como Beach House, The Cure e o post-rock/ambient de bandas como Sigur Rós e Godspeed You! Black Emperor.
Tags:  , , , , , ,          

Claudio N - Claudio N (2012)...




Enquanto o Chambaril termina sem pressa o seu segundo disco de estúdio, Claudio N apresenta uma parte do universo musical extra-terrestre produzido pela banda e o batiza com o nome do seu próprio criador. Com lançamento digital marcado para o dia 09 de novembro, como forma de comemorar seus 31 anos de idade, este trabalho reúne referências a produção musical de Claudio nesses anos dedicados à música em diversas formas, seja à trilha de filmes, holística ou para escutar quando a criatividade foge da sua cabeça e você precisa encontrar novamente o caminho da luz(ou do caos). Não parece muito diferente do Chambaril, porque é o mentor dele. Por meio de loops, samples de vozes e a participação de Pi-R e Igor Medeiros (ambos membros banda, colaboram com synths, mixagem e produção) reconstroem a atmosfera chambariana, mas com um tom mais pessoal. Dessa vez as guitarras foram postas de lado e o que predomina no seu novo disco são sintetizadores, programações eletrônicas, loops e vozes jocosas. Esse novo trabalho é o tipo de música ideal pra se ouvir enquanto se está ocupado ou bastante relaxado, de preferência com headphones...
Tags:  , , , , ,          

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

HUEY - Ao Vivo - Festival DoSol (2012)...




Eis o audio quase completo do show do quinteto paulista HUEY no Festival Dosol 2012, fizeram um grande show, entraram no meu top5 do festival nesse ano e tiveram o áudio devidamente gravado em altíssima qualidade. A primeira banda que vi foi a HUEY, um dos destaques instrumentais do evento nesse ano, e comecei bem. O grupo conseguiu realizar uma apresentação bastante boa e atraiu a atenção dos curiosos para o palco. Aquela mistura de rock experimental com uma pitada de peso funciona muito bem para o quinteto que mostrou algumas faixas inéditas e algumas do primeiro trabalho, showzão... Continue lendo
Tags:  , , , , ,          

METZ - Ao Vivo - Knitting Factory (2012)




METZ é uma banda experimental/post punk que lançou em 2012 um dos álbuns mais legais. Pelo menos é isso que essas listas de "melhores do ano" estão falando. Peguei o áudio que encontrei, montei a capa, fechei o zip e aí vocês já sabem: é só alegria.
Tags:  , , , , , , ,          

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Lisabi - Senseless EP (2012)



Download: Senseless.zip

"Lisabi é Sebastián Piracés, Gabriel Slenes, Max Maiken, Matheus Fattori, Mateo Piracés, Juliana Strassacapa e André Cardoso. Somos de Barão Geraldo, Campinas. Levem pendrives nos shows para pegar nossas músicas e camisetas para serem estampadas."
Tags:  , , , , ,          

3 Pilares - 3 Pilares Apresenta Reis Da Praça Vol.2 (2012)...





3 PILARES é um grupo de RAP de Santo André (ABC Paulista), idealizado em 2006, sempre buscou focar sua arte e cultura em forma de batidas e letras com muita influência dos anos 90(como Boot Camp Click, Busta Rhymes, Jedi Mind Tricks...) até as ramificações mais psicodélicas da música negra e européia que estão difundidas na cultura hip hop. Em 2012 o grupo lança seu terceiro trabalho, "3 Pilares apresenta Reis da Praça vol.2", gravado e finalizado no estúdio CASA 1, por Léo Cunha. Demonstrando um desenvolvimento do grupo, que assim como a cultura hip hop, é orgânico, porém sempre com o compromisso de alcançar o mesmo peso. O segundo vídeo clipe, é um single do trabalho, que expõe a lírica sobre o perímetro urbano de Santo André, som chamado "S.A", dirigido por Jay P. e produzido pelo CASA 1...
Tags:  , ,          

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Beat Trip - Pixeldônimo (2012)...




Um computador, várias ideias e a vontade de criar sons que remetessem a meus devaneios cotidianos, assim surgiu o Beat Trip no final de 2011 com o intuito de propagar a musica sensitiva e flutuante com boas pitadas de peso e sutilezas. Pixeldônimo é o primeiro registro do projeto que conta com 5 faixas todas produzidas dentro de um quarto de apartamento na Região Metropolitana de Belo Horizonte... 
Tags:  , , , ,          

Sobre a Máquina - Sobre a Máquina (2012)




O trabalho do grupo carioca Sobre a Máquina se caracteriza pela exploração de processos de gravação e performance voltadas para o improviso, mas também pela obtenção de timbragens incomuns a partir de tape loops e instrumentos processados. Trata-se de uma sonoridade ao mesmo tempo sintética e orgânica, construída sob a influência de grupos e artistas como Throbbing Gristle, SPK, Einstürzende Neubauten, Autechre, Ornette Coleman e Can. Inicialmente, o grupo foi concebido por Cadu Tenório como um projeto de produções caseiras, mas se tornou uma banda em 2009, com a adesão de Emygdio e Ricardo Gameiro em meio às gravações do primeiro disco, Decompor (nov/2010). O saxofonista Alexander Zhemchuzhnikov passa a ser integrante fixo da banda durante as gravações do segundo álbum, Areia (jul/2011). Após o EP Anomia (dez/2011), o quarteto decide se reinventar para lançar seu quarto e mais audacioso álbum.
Tags:  , , , , ,          

domingo, 9 de dezembro de 2012

Paralyzed Blind Boy - A Raça de Ferro (2012)



Vocês sabem que num rolê pelo bandcamp é fácil encontrar projetos brasileiros que são tortos e doidos. O Paralyzed Blind Boy é mais um: eletrônico, experimental, noise e um tanto ensurdecedor. 


Tags:  , , ,          

Necronomicon - The Queen of Death (2012)...




Necronomicon é um “Power Trio” residente em Maceió em atividade desde 2009. Com a sonoridade calcada em algum lugar entre o rock progressivo dos anos 70 e o doom rock de Black Sabbath, Witchcraft e Graveyard, a banda apresenta no currículo o lançamento internacional de seus dois albuns pelo selo norte-americano Hydro-Phonic Records. Atualmente Necronomicon está em tour de divulgação de seu álbum mais recente, "The Queen of Death", lançado em vinil também nos E.U.A. Na bagagem, diversas apresentações pelo Nordeste, com destaque para o Festival Maionese 2011, Grito Rock Aracaju 2012, Agosto Pra Tudo 2012 e Festival Rock Cordel 2012... 
Tags:  , , , ,          

sábado, 8 de dezembro de 2012

Guilherme Eddino - Pulsar (2012)...




"'Pulsar' é minha tentativa de falar sobre desejos e anseios. O anseio de ser eu mesmo, de amar e ser amado, de buscar a liberdade espiritual e de ser dono de meu próprio tempo. Resumindo, é um álbum sobre amarras." Músico curioso por novas sonoridades desde cedo, o paulistano Guilherme Eddino (1986- ) já passou por diversos projetos com estilos também diversos – de um grupo de música folclórica brasileira até uma banda tributo ao Radiohead. Cantor, compositor e multi-instrumentista, Guilherme lançou em agosto de 2012 o álbum "Pulsar", seu primeiro trabalho solo e totalmente autoral, para audição online e download. As dez canções de do disco exploram as vertentes do rock que influenciam Guilherme dese cedo (desde Rolling Stones e Led Zepellin até R.E.M. e Arcade Fire), mas somadas a ecos de música eletrônica, música erudita, MPB, fado, flamenco, jazz e cabaré. Produzido por Henrique Polak e Rafael Guedes, "Pulsar" traz duas participações especiais: o violonista português Pedro Jóia (que participa de "O que sobrou do amor") e a cantora Cida Moreira (que divide com Guilherme os vocais de "Vão")...
Tags:  , , , , ,          

OQuadro - OQuadro (2012)



Download: OQuadro.zip

OQuadro é uma das bandas, na Bahia, que representa essa tendência do Hip Hop, intitulada Nova Escola (New School), que busca inovações estéticas a partir do diálogo com outros estilos musicais e movimentos culturais. Ou seja, as composições do grupo oscilam entre a bravura e a brandura, o local e o universal, vão do ijexá ao afrobeat, sem deixar, por isso, de ser Rap.
Tags:  , , , ,          

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Cacique - Quem Não Me Deixa Dormir (2012)


 
 
Você o conhece Felipe Mattos de dois dos projetos preferidos da casa: Búfalo (desse disco maravilhoso) e Nvblado. Aqui, com seu novo projeto pessoal chamado CACIQUE, ele enveredou pela música ambient, com um noise diferente, agregando elementos “abrasileirados”. Como outros projetos pessoais de outros artistas (lembra desse?), esse também foi impulsionado por noites sem dormir. “Esses sons são bem pessoais, bem introvertidos mesmo; eu tava naquele clichê moderno de ficar com insônia e um dia que eu não estava conseguindo mesmo de jeito nenhum pegar no sono, por tanta coisa passando na minha cabeça, consegui traduzir nesses barulhos que gravei”, diz Felipe. (Continue lendo no Floga-se)
Tags:  , , , , ,