domingo, 25 de setembro de 2011

Os Barcos - Os Barcos (2010)




Os Barcos é uma banda do interior baiano da cidade de Vitória da Conquista. Formada no segundo semestre de 2008, a banda está em fase de gravação do seu primeiro disco - independente - que busca influências musicais como o Rock e o Jazz e artísticas em geral. O nome Os Barcos é uma alusão há um escrito de Fernando Pessoa a partir de uma antiga frase dos navegantes:"Navegar é Preciso;Viver não é preciso", na qual Pessoa escreve que "Viver não é necessário; o que é necessário é criar". Sendo assim, entendemos cada componente da banda como um barco em meio ao caos navegando em busca de um anti-adoecimento, uma espécie de movimento poético de linhas de fuga. A atual formação existe desde Janeiro de 2010, configurando-se numa integração cada vez mais forte entre cada integrante, buscando em cada música uma criação coletiva e intensa. Os Barcos: Marx Eduardo - Vocal e Baixo; Ivan da Mata - Piano; Fernando Bernardino - Guitarra e Netto Fernandes - Bateria. A banda está atravessando o melhor momento até então, realizando apresentações importantes pela Bahia, participando de coletâneas musicais de alcance nacional, participando de festivais ligados a coletivos/Fora do Eixo e a Conexão Vivo e recentemente a banda foi selecionada no edital da Conexão Vivo para se apresentar no Teatro Castro Alves (Sala do Coro) em Salvador, originando o primeiro material áudio-visual d´Os Barcos. A banda faz parte do Coletivo Suiça Bahiana/Ponto Fora do Eixo, aumentando significativamente a projeção da banda no cenário baiano e nacional. Em dezembro de 2010 fará uma tour pelo nordeste com a banda Maglore (SSA). A tour Nordeste Fora do Eixo será intitulada de: Tour Novíssimos Baianos. Uma referência a uma matéria realizada por um jornalista baiano em que o mesmo coloca Os Barcos como umas das promessas baianas da atualidade. Camaçari, Feira de Santana, Salvador, Aracaju, Recife, Campina Grande, João Pessoa e Natal, serão as localidades em que a banda realizará as suas apresentações.

0 comentários:

Postar um comentário